ANO: 26 | Nº: 6494

Egon Kopereck

egonkopereck@gmail.com
Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz
21/03/2020 Egon Kopereck (Opinião)

Confiança total


Amigos leitores!
Vivemos numa hora sombria da história da humanidade. Todos nós estamos ainda um pouco atordoados, não entendendo bem o que está acontecendo. Dúvidas, incertezas, uma certa ansiedade e angústia paira no ar. O que nos reserva o futuro? O que ainda vem pela frente?
Amigos! Em meio a esse turbilhão de dúvidas e incertezas, precisamos tão somente, entregar nossa vida nas mãos de Deus e confiar plena e inteiramente nele. Isso não significa, não fazer nada. Precisamos fazer a nossa parte, e entre essas coisas, uma delas é nos submeter às autoridades, fazer o que nos pedem, seguir a orientação, e não fazer, como disse um psiquiatra ainda ontem, "bancar o bambambam, como se soubéssemos tudo e não precisássemos cuidar de nada." Fazer a nossa parte e confiar: Nossa vida está nas mãos de Deus.
Um senhor, já idoso, tinha afirmado que nunca haveria de viajar de avião. Certo dia, porém, para conseguir chegar à tempo num compromisso, numa cidade distante, não teve outra alternativa, senão o avião. Quando chegou no local, seus parentes e amigos lhe perguntaram, como tinha sido sua experiência. E ele respondeu: "Olha, não foi das piores, mas eu digo a vocês, que em nenhum momento larguei todo o meu peso no banco do avião." Pode parecer cômico, mas quantos de nós fazem assim na viagem da vida? Entregamos nossa vida nas mãos de Deus, mas insistimos em carregar uma parte, como se Deus não fosse capaz de solucionar tudo? A Bíblia, Palavra de Deus, nos diz: "Lancem sobre ele todas as suas ansiedades, porque ele cuida de vocês." (1 Pedro 5.7). Eu pergunto: Nós sempre fazemos isso? Como disse: Isso não significa, não fazer nada. Precisamos fazer a nossa parte, cuidar, nos proteger, seguir orientações de profissionais, ou autoridades, devidamente instituídas, e, então, confiar. Deus está no comando e com ele, não há o que temer. Como disse o apóstolo Paulo em Romanos 8.34ss: "Quem nos separará do amor de Cristo? Será a tribulação, ou a angústia, ou a perseguição , ...? ... Eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, ... nada poderá nos separar do amor de Deus, ..."
Muitas vezes, parece que confiamos, desconfiando. Sabemos que por baixo de nós, Deus estende os seus braços, como diz em Deuteronômio 33.27, mas agimos como se aqueles braços não fossem suficientes para nos carregar, e fazemos como aquele idoso em sua viagem aérea. Confiamos, mas fazemos questão de carregar uma parte do peso em nossas mãos, e fraquejamos, nos desesperamos, e não deixamos Deus ser Deus, em sua plenitude, em nossa vida.
O sábio rei Salomão disse em Provérbios 3.5: "Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie no seu próprio entendimento."
Amigos leitores! A pandemia do Corona vírus, nada mais é do que consequência da pandemia do vírus do pecado, que entrou no mundo e se espalhou por toda a terra. Tudo de ruim, todo sofrimento, toda maldade que existe no mundo é resultado da tragédia da queda em pecado. Jesus é a nossa solução. Ele pagou a nossa culpa. Ele nos reconciliou com Deus, o Pai. Mas isso não significa ausência de sofrimento, tristeza, doenças e a própria morte, mas como cristãos, nós podemos viver cada dia com esperança, na certeza, Jesus venceu por nós, e quem confia nele, mesmo que morra, viverá, é a vida eterna com Jesus e todos os salvos no céu.
Protejamo-nos contra o Corona vírus, mas confiemos em Deus. Com ele, sempre somos vitoriosos.
Nessa certeza, desejo uma boa semana pra todos!

Pastor da Ev. Luterana da Paz

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...