ANO: 26 | Nº: 6494
21/03/2020 Campo e Negócios

Em nota, Marfrig reitera que mantém atividades

Foto: Tiago Rolim de Moura

A exemplo das demais, planta de Bagé seguirá em operação, anunciou a empresa
A exemplo das demais, planta de Bagé seguirá em operação, anunciou a empresa
A Marfrig Global Foods informou, por meio de nota oficial, no sábado, dia 21, que segue operando normalmente suas unidades no Brasil - o que inclui plantas em Bagé e Hulha Negra -, Argentina, Uruguai, Chile e Estados Unidos. "A companhia tem consciência de seu papel na comunidade na qual está inserida e, como uma das principais produtoras de carne bovina do mundo e a maior produtora global de hambúrgueres, manterá sua produção a todo vapor", frisa trecho do texto enviado à imprensa.
Ao longo dos últimos dias, muito foi questionado sobre as medidas de segurança adotadas pela empresa perante o surto global causado pelo coronavírus. Em Bagé mesmo, alguns internautas e leitores do Jornal MINUANO questionaram se as atividades não prejudicariam o controle da pandemia, afetando trabalhadores. Outros, por sua vez, entendiam como necessária a manutenção das atividades para não haver desabastecimento em supermercados.
A Marfrig, contudo, se posicionou de modo a enaltecer que o trabalho segue exatamente para 'garantir o abastecimento e acesso à produtos de qualidade e com segurança alimentar a todo o cidadão, bem como primamos pelo bem-estar da nossa equipe, parceiros e fornecedores'. "Dessa forma, adotamos série de medidas, entre as quais, ações de prevenção para colaborar com a conscientização sobre os riscos e formas de transmissão da doença nas unidades com base nos protocolos da OMS", reiterou.

Confira, abaixo, a nota na íntegra:

ALIMENTANDO O BRASIL E O MUNDO. FORNECENDO ESPERANÇA
Há mais de 20 anos, a Marfrig fornece aos brasileiros e a consumidores de todo o mundo-- por meio de redes de varejo e de cadeias de foodservice -- carne bovina de alta qualidade, com um padrão de excelência em serviço. Vamos continuar a fazer isso. Nossas operações são indispensáveis à segurança alimentar dos brasileiros e de milhões de pessoas em mais de 100 países e -- por isso -- vamos manter nossas unidades em funcionamento durante a crise causada pela pandemia de covid-19, popularmente conhecida como coronavírus.
Sabemos que o momento é extremamente desafiador. Mas firmamos aqui um compromisso com o Brasil, com nossos clientes, colaboradores e consumidores: continuaremos a trabalhar e a operar nossas unidades de produção e distribuição para garantir o abastecimento de um produto essencial para a maioria dos consumidores. Faremos isso com a máxima responsabilidade, colocando em primeiro lugar a saúde e a segurança de todos aqueles que trabalham conosco e monitorando ininterruptamente as condições das nossas unidades. Para isso, a Marfrig continuará a seguir à risca todos os protocolos estipulados pelas autoridades de saúde dos países onde atua.
A saúde e a segurança de nossos colaboradores e de suas famílias é, juntamente com a garantia de abastecimento e a manutenção da prestação de serviços aos clientes, nossa prioridade absoluta. O cenário é de incerteza -- para o país e para o mundo. Mas temos convicção de que estamos preparados para enfrentá-lo.
Hoje, todas as plantas da Marfrig – no Brasil, Argentina, Uruguai, Chile e Estados Unidos, estão em pleno funcionamento. Vamos trabalhar incansavelmente para mantê-las operando e, assim, fazer nossa parte para que não falte carne aos consumidores locais e aos nossos clientes de países para os quais exportamos.
Queremos também abastecer cada lar e cada família que se relaciona conosco com esperança. Vivemos, todos, dias difíceis, de angústia e incerteza. Mas temos fé que a humanidade -- assim como fez em outros momentos da história -- superará mais esta crise. Estamos unidos a todos os brasileiros. Cada um de vocês pode contar com a Marfrig!
Um agradecimento especial a nossos 30 000 colaboradores, à família Marfrig. É o trabalho de cada um de vocês que faz com que tudo isso seja possível.
Muito obrigado!

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...