ANO: 26 | Nº: 6494
26/03/2020 Segurança

Defesa Civil concentra ações em auxílio a famílias em situação de vulnerabilidade social

Foto: Divulgação

Itens são encaminhados conforme ordem de cadastro
Itens são encaminhados conforme ordem de cadastro

Com mais de dois mil cadastros de pessoas em situação de vulnerabilidade social, a Defesa Civil, em Bagé, coordenada pelo Tenente Ronaldo Rosa, está concentrando esforços para, neste momento de distanciamento para combater a pandemia coronavírus, garantir dias melhores a quem mais precisa.

Desde sexta-feira passada, a Defesa Civil está realizando doações de cestas básicas para trabalhadores autônomos (que não estão podendo trabalhar), catadores, moradores de área verde e pessoas em situações de vulnerabilidade. “Este trabalho humanitário é de premissa da Defesa Civil. Sempre que há uma catástrofe, ou algo muito grave, como é o caso da pandemia, auxiliamos as famílias. Temos oito voluntários trabalhando direto conosco”, comentou.

Rosa ainda destacou que quem necessita de ajuda deve entrar em contato pelo Whatsapp (53) 999377940, apenas por essa rede social, com mensagem de texto, com nome e endereço completo. “Não adianta ficar mandando diversas mensagens. Quanto mais entrar, vai indo para o final da fila, mande uma mensagem que vai ficar no cadastro, com tudo completo. E não mandem áudios, nem vídeos, apenas texto que estamos olhando. A demanda é grande para fazermos a listagem, então tem que ser simples a forma de contato”, complementou.

A Defesa Civil está contando com apoio da Polícia Civil e secretarias do município, além dos oito voluntários. “Estamos visitando os bairros apenas levando para quem está cadastrado. Poderemos voltar no local, mas tudo tem uma fila. Outra informação, não adianta ir na prefeitura pedir, tem que estar no cadastro que é feito somente pelo Whatsapp. E não adianta ligar também”, acrescentou.

Aos doadores, além de itens de supermercados, quem quiser auxiliar pode doar equipamentos proteção, luvas e máscaras. “Podem deixar também nos pontos de coleta, nos supermercados. É hora de todos ajudarmos”, concluiu o coordenador da Defesa Civil.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...