ANO: 26 | Nº: 6589
27/03/2020 Cidade

"Aqui em Bagé a situação é diferenciada e requer medidas diferenciadas", diz prefeito após confirmar dois novos casos

Foto: Tiago Rolim de Moura

Município contabiliza noves diagnósticos positivos para Covid-19
Município contabiliza noves diagnósticos positivos para Covid-19

Uma semana após a primeira confirmação de contaminação por coronavírus na cidade, dois novos casos foram divulgados na tarde de hoje, somando nove casos na cidade. Em coletiva de imprensa, o prefeito, Divaldo Lara, anunciou que se tratam de dois homens, um deles médico. Ambos foram infectados pela linha de contaminação do caso O, da área da saúde. Até o momento, são 75 amostras coletadas, 18 negativadas, 9 confirmadas e sete inconclusivas.
O chefe do executivo adiantou, ainda, que até domingo não haverá alterações substanciais no decreto 050/020, que decretou calamidade pública e restringiu o funcionário do comércio e serviços no município. Neste dia, deve ser realizada uma nova avaliação da situação e das medidas adotadas para combater a pandemia. "Não podemos achar que o interesse da minoria pode ser maior que a saúde pública da maioria. Nossa medidas são necessárias. Só não estamos com 80, 90 casos graças às ações que fizemos desde o início, juntos, há uma semana. Se não dosse isso, neste momento estaríamos em colapso e Bagé seria um dos epicentros do estado. Não vou liberar os cultos, não vou liberar aglomerações de pessoas em hipótese alguma. O presidente Bolsonaro pode baixar o decreto que quiser. Aqui em Bagé a situação é diferenciada e requer medidas diferenciadas", declarou.
O prefeito relembrou, ainda, que as medidas se tornam ainda mais urgentes devido ao panorama que surge com os casos confirmados em municípios menores da região, como Dom Pedrito e Hulha Negra, que devem buscar atendimento no sistema de saúde de Bagé.
Outro aspecto abordado por Lara foi o déficit de profissionais da saúde, já que muitos estão em quarentena após contato com infectados da linha de transmissão do paciente 'zero'. "Estamos tentando com o Exército a colaboração de médicos para, inclusive, ajudar nos plantões da Santa Casa. É uma situação delicada", apontou.
Além disso, durante a coletiva, questionado sobre a estrutura destinada a atender e receber a população em situação de rua, o prefeito confirmou que estes serão isoladas no Ginásio Militão a fim de evitar a proliferação do vírus.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...