ANO: 26 | Nº: 6590
27/03/2020 Fogo cruzado

Cidades da região vão receber pouco mais de R$ 550 mil para enfrentamento ao Covid-19

Foto: Tiago Rolim de Moura

Presenças de UPA e de Pronto Atendimento integram critérios adotados pelo governo estadual
Presenças de UPA e de Pronto Atendimento integram critérios adotados pelo governo estadual

O governo do Estado vai repassar pouco mais de R$ 550 mil a seis municípios da região para custear ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus (Covid-19). Entre as cidades da Campanha gaúcha, Bagé tem direito à maior parcela. O prefeito Divaldo Lara, do PTB, entretanto, já declarou que os recursos não devem suprir as demandas do Executivo.
Com um orçamento de R$ 32,4 milhões, destinado pelo Ministério da Saúde, o governo do Estado adotou critérios específicos para distribuir valores aos 497 municípios, destinando, para cada cidade, R$ 2,00 per capita, conforme estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018; um adicional de R$ 1,00 per capita, considerando a população idosa acima de 60 anos; e R$ 0,85 per capita, considerando a população total, para as cidades que possuem Unidades de Pronto Atendimento (UPA) ou Pronto Atendimento (PA). O saldo de R$ 193.535,83 foi repassado para o Fundo Estadual de Saúde.
Com uma população estimada em 120.943, Bagé receberá R$ 241.886,00 pelo critério de estimativa populacional, R$ 20.451,00 em adicional pela estimativa de população idosa, e R$ 102.801,55 por contar com UPA e Pronto Atendimento, totalizando R$ 365.138,55. Pelos critérios adotados, Aceguá, que tem população estimada em 4.858 habitantes, com projeção de 752 idosos, vai receber um total de R$ 14.597,30. O prefeito Gerhard Martens (Doutor Geraldo), do PSDB, adianta que o valor 'não será suficiente'. “É uma contribuição muito modesta, mas ajudará. Estamos atentos e incentivando o rigoroso isolamento de todas as pessoas, principalmente dos idosos”, reforça.
Com população estimada em 9.519 habitantes, e projeção de 1135 idosos, Candiota tem direito a um total de R$ 20.173,00. Dom Pedrito, que tem 38.589 habitantes, de acordo com estimativa populacional do IBGE, sendo 7236 idosos, vai receber R$ 117.214,65, enquanto Hulha Negra, com população de 6.714 habitantes, e projeção de 924 idosos, terá R$ 14.352,00 à disposição. Lavras do Sul, com população de 7.516, e estimativa de 1476 idosos, receberá R$ 22.896,60.


Aplicação e fiscalização
Os valores que serão destinados aos fundo municipais de saúde podem ser utilizados para operacionalização e funcionamento das Clínicas de triagem, suplementação no quantitativo de exames e procedimentos ambulatoriais e hospitalares, aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), aquisição de insumos; além de contratação e remuneração de novos profissionais para equipes extras. As prefeituras deverão prestar contas dos recursos recebidos, por meio de relatórios de gestão municipal de saúde.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...