ANO: 26 | Nº: 6555
02/04/2020 Cidade

Rodoviária de Bagé registra cancelamento de linhas durante enfrentamento ao coronavírus

Foto: Tiago Rolim de Moura

Algumas linhas intermunicipais foram suspensas, enquanto outras sofreram com a redução de horários com a baixa procura
Algumas linhas intermunicipais foram suspensas, enquanto outras sofreram com a redução de horários com a baixa procura

Desde o início das medidas adotadas para conter a propagação do coronavírus no país e, mais especificamente, em Bagé, o ritmo da vida urbana vem, lentamente, diminuindo. Na Rainha da Fronteira, onde foram adotadas medidas mais restritivas de enfrentamento ao covid-19, o panorama é de grande diminuição de atividades nas ruas e espaços públicos.
A redução de movimento pode ser sentida, principalmente, na Estação Rodoviária Paiva Netto, após o decreto que suspendeu as viagens interestaduais. No momento, apenas viagens intermunicipais são permitidas. Contudo, com a baixa procura, várias linhas foram canceladas e horários de saída foram diminuídos.
Funcionário da Estação Rodoviária, Jéferson Gomes conta que quase não há movimento no local. Após a suspensão das viagens para Caxias do Sul, Colônia Nova, Jaguarão e Alegrete, outras linhas seguem ativas, mas com número menor de horários disponíveis.
A linha da Ouro e Prata de Bagé para Porto Alegre, por exemplo, que em épocas normais chega a disponibilizar cinco horários diferentes por dia, agora atua com apenas dois horários.
Já a linha de Bagé para Pelotas, uma das mais movimentadas da rodoviária, que oferece, em operação normal nove horários diários, agora está com apenas três disponíveis. “E mesmo assim os ônibus saem praticamente vazios, com um ou dois passageiros apenas, geralmente’”, conta Gomes.
O supervisor de operações da empresa Planalto, Tiago Rodrigues, destaca que a empresa está operando com apenas 30% da capacidade. Para garantir a segurança dos colaboradores e passageiros, a empresa adotou uma série de medidas: “Intensificamos as limpezas dos carros, principalmente nos pontos onde os passageiros tem mais contato. Disponibilizamos álcool gel na porta dos veículos, além de máscara e luvas, se necessário”, destaca.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...