ANO: 26 | Nº: 6588
24/04/2020 Segurança

Contatos de familiares com apenados do Presídio Regional de Bagé ocorrem por telefone

Foto: Tiago Rolim de Moura

Começaram, nesta sexta-feira, as primeiras "visitas" por ligação telefônica, de maneira provisória, entre familiares e apenados que cumprem penas no Presídio Regional de Bagé (PRB).

De acordo com o delegado adjunto penitenciário, Eduardo Berbigier, essas ligações são realizadas através do telefone fixo do Presídio e também pelo celular funcional com um limite por dia e apenas para familiares cadastrados.

Outra novidade é que Secretaria de Administração Penitenciária (Seapen) e a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) receberam, na quinta-feira, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS), a doação de 150 computadores. Os equipamentos serão utilizados no projeto de televisitas, que está sendo implantado nos presídios gaúchos, em função da suspensão temporária das visitas presenciais por causa do coronavírus.

O delegado penitenciário, Ricardo Morais, destacou que os maiores estabelecimentos da região, Uruguaiana, Bagé, São Borja e São Gabriel, estão no planejamento da SUSEPE/SEAPEN para receber os equipamentos. "Os demais ficam para uma próxima adequação, mas as Televisitas nestes estabelecimentos que não forem contemplados primeiramente, irão de forma provisória, usar o sistema de ligação, pelo telefone convencional dos presídios. Ressalva: só serão permitidos usar esse método de contato aos familiares que já possuem cadastros de visitação, e, após agendamento, com o acompanhamento de uma Assistente Social e um agente penitenciário", complementou a nota.

Doação

O material foi doado pelo Presidente do TJRS, desembargador Voltaire de Lima Moraes, após um pedido feito pelo Secretário da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli. Os computadores foram recebidos pelo chefe do setor de Divisão de Materiais e Serviços (DMS) da Susepe, Suziano Corrêa, junto à equipe da Divisão de Tecnologia da Informação. Os equipamentos serão distribuídos nas unidades prisionais que apresentarem condições técnicas para implementação das televisitas.

Faccioli agradeceu o Poder Judiciário, destacando que ações como essa dão a certeza de que a redução dos riscos e de danos humanitários da pandemia é uma construção coletiva. “Num momento marcado por distanciamento social e isolamentos, o Poder Judiciário gaúcho nos dá um belo exemplo de aproximação colaborativa, solidariedade institucional e compartilhamento de meios. A parceria do TJRS tem sido fundamental para o enfrentamento dos desafios da Covid-19 no âmbito do nosso sistema prisional”, afirmou.

Segundo o diretor-Geral do TJRS, Sandro Correia de Borba, a doação faz parte de uma série de iniciativas de destinação de recursos do Judiciário, como as verbas de penas pecuniárias, no combate ao enfrentamento da pandemia do coronavírus. Além dos computadores, a  Susepe recebeu do Poder Judiciário do Rio Grande do Sul, por meio da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ), R$ 600 mil para investimentos em ações de combate ao coronavírus no âmbito do sistema prisional gaúcho. Nesta semana, também foi destinada bobina para confecção de 10 mil máscaras de proteção produzidas por detentos.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...