ANO: 26 | Nº: 6543
30/04/2020 Cidade

Farmácias de Bagé já recebem propostas para aquisição de testes rápidos de detecção do Covid-19

Foto: Tiago Rolim de Moura

Farmácias poderão comercializar testes
Farmácias poderão comercializar testes

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, na terça-feira, dia 28, a aplicação de testes rápidos para a detecção do novo coronavírus (covid-19) em farmácias. Com a decisão, a realização deixará de ser feita apenas em ambiente hospitalar e clínicas das redes públicas e privadas.

Em conversa com algumas empresas, a reportagem do Jornal MINUANO foi informada que os laboratórios já estão oferecendo os testes. O administrador/proprietário de uma rede de farmácias, Jari Vargas, destaca que há interesse em comercializar o produto, apesar de não ter ambulatório para realização do procedimento no estabelecimento. “Ainda não sabemos se será possível comercializar e o cliente/paciente fazer o teste em casa, mas, se for assim, com certeza iremos vender. Já dois laboratórios ofereceram os produtos”, contou.

Em outra rede, o farmacêutico Douglas Cardoso explicou que o teste é realizado através de uma pequena coleta de sangue, como é feito o teste de glicose. “Provavelmente, a rede irá comercializar e, pelo que sabemos, ainda sem confirmação, é um procedimento que pode ser feito em casa”, acrescentou.

Um estabelecimento ainda não tem previsão de chegada dos testes, mas também informou que tem interesse na aquisição, até podendo realizar o procedimento no local, pois possui ambulatório junto à drogaria.

A Anvisa destacou, em nota, que as farmácias não serão obrigadas a disponibilizar o teste. O estabelecimento que optar pelo procedimento deverá ter profissional qualificado para realizar do exame. A realização dos testes não servirá para a contagem de casos do coronavírus no país.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...