ANO: 26 | Nº: 6590
02/05/2020 Felipe Valduga (Editorial)

Voltamos a imprimir, mas seguimos alertas


Após 43 dias da suspensão de nossa impressão, estabelecida pela gestão do Jornal Minuano, em 20 de março, como forma de garantirmos a segurança em saúde de nossos profissionais e, claro, também de nossos leitores, retomamos, neste 2 de maio, a nossa circulação. Não é, contudo, o fim dos cuidados. Até porque nem pode ser assim. O mundo mudou e a rotina de todos também.
A partir deste final de semana, o JM voltará a circular, mas parcialmente. Nossas edições impressas serão, momentaneamente, entregues aos nossos assinantes nas terças, quintas e sábados. Trata-se de um modelo que permite levarmos a informação impressa até nossos leitores e, ao mesmo tempo, garantir a manutenção da logística para a segurança de nossos profissionais. Aliás, esta retomada foi avaliada dia a dia e, somente foi estabelecida, a partir da constatação da estabilização de novos casos de Covid-19 em Bagé. Tudo, a qualquer momento, poderá ser revisto – seja a ampliação ou redução da circulação.
Para voltarmos a imprimir, adotamos as mais criteriosas medidas para que a entrega de nosso jornal não comprometa a saúde de nossos profissionais e leitores. Tudo seguindo orientações de prevenção da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em termos de jornalismo, permaneceremos com o sistema de teletrabalho – ou seja, com a maior parte de nossos profissionais atuando de casa. Em resumo, uma equipe reduzida passará a atuar na redação, quando necessário, para o fechamento das edições impressas.
Precisamos, claro, neste momento, evidenciar alguns tópicos a nossos assinantes. Os dias sem circulação, como mencionamos em 20 de março, não serão cobrados e os contratos, desse modo, serão estendidos pelo igual período da pausa. Por ora, também, como o número de impressões semanais será menor, o mesmo procedimento será adotado. Por outro, frisamos que decidimos retomar, parcialmente, ao entender que a saúde de todos seria preservada – caso contrário, manteríamos a suspensão provisória.
Ao mesmo tempo, é preciso, neste momento, destacarmos que o compromisso assumido pelo JM, de levar a informação para Bagé e região, foi mantido ao longo deste período. Talvez, inclusive, tenha sido ampliado de uma maneira nunca antes vista. Ao longo dos 43 dias, reforçamos nossa atuação no mundo digital de modo que, num levantamento de um período de 30 dias – conforme o Google Analytics –, registramos quase 1,5 milhão de visualizações em nosso portal, o www.jornalminuano.com.br. Entendemos ser um dado significativo, tendo em vista que atuamos em uma cidade com pouco mais de 120 mil habitantes.
Em termos de produção, foram muito mais reportagens publicadas, e com mais agilidade. Desse modo, buscamos levar informação com credibilidade sobre os mais variados assuntos, parte deles as tradicionais e infelizes fake news, que se proliferaram de forma quase que descontrolada, mesmo em nossa aldeia. Afinal, o papel de um jornal é buscar a verdade e levar ao leitor, sempre, e independentemente de em qual plataforma.
Não temos uma noção ainda clara de quais serão os rumos desta pandemia. Portanto, na atualidade, não podemos antecipar qualquer medida futura que o JM adotará em termos de circulação. Mas podemos garantir que seguiremos atuando, comprometidos com a comunidade regional, assim como foi norteada a criação desde veículo de comunicação. Aliás, precisamos salientar que, nesta pausa do impresso, completamos 26 anos de existência, em 1º de abril. E agradecemos, de coração, a todos que nos parabenizaram pela data. A todos, adiantamos que a credibilidade conquistada ao longo do tempo, a partir da contribuição de muitos profissionais que por aqui passaram, será preservada e ampliada, assim como nosso compromisso de buscar a verdade e levar informação até você, nosso leitor, seja do impresso ou do digital. Esperamos, junto com vocês, superarmos esta pandemia e, claro, avançarmos para um futuro promissor.
Desejamos, neste momento, saúde para todos e, claro, uma boa leitura, mais uma vez, do nosso jornal impresso"

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...