ANO: 26 | Nº: 6525
23/05/2020 Esportes

Golfe se torna uma das alternativas esportivas no distanciamento social

Foto: Arquivo JM

Espaço no Cantegril possui 20 mil metros quadrados
Espaço no Cantegril possui 20 mil metros quadrados

Com os impactos causados pela pandemia, a prática esportiva se tornou praticamente nula. No entanto, há uma modalidade que, embora não cause o mesmo impacto que outras mais populares, como futebol, está inerte aos efeitos do distanciamento social: o golfe. Na prática, já é um esporte que é desenvolvido com distanciamento por si. Justamente por isso que a procura aumentou, durante esse período. Em Minnesota (Estados Unidos), onde há grande prática do esporte, a National Golf Fundation aponta que os campos abertos de golfe aumentaram de 44% para 88%, depois do coronavírus.
A organização aponta, também, que existem mais de 16 mil campos de golfe nos EUA e que um quarto deles é privado. Com escolas, universidades, academias e centros esportivos fechados, o golfe passou a ser uma oportunidade para recreação ao livre, mesmo para quem nunca tinha tido contato com o esporte.
Em Bagé, a prática da modalidade acontece no Clube Cantegril. Para que as atividades funcionassem, o clube assinou um acordo de cooperação com a prefeitura. O acerto deu aval para que os adeptos jogassem golfe, desde que atendessem uma série de restrições sanitárias. Entretanto, por se tratar de uma oportunidade de prática esportiva e, ao mesmo tempo, de recreação a céu aberto, o clube tem investido na divulgação do esporte, com o intuito de adquirir novos adeptos. Para isso, até empresta os equipamentos necessários, todos eles, higienizados antes e depois da utilização.

“Um verdadeiro oásis em meio à pandemia”, argumenta Pedro Bordini

Responsável pelo departamento de Golfe do Cantegril, Pedro Bordini relata que, antes das atividades do esporte retornarem, o funcionamento geral do clube passou por uma série de adaptações, a fim de que pudesse reabrir às portas. “Funcionários estão em revezamento, com o menor número possível, todos com uso de máscaras. Há uma série de restrições para uso do vestiário”, relata.
Em relação ao golfe, Bordini afirma que as atividades voltaram justamente pelo fato do golfe atender os requisitos impostos pelo distanciamento social. O espaço para prática, no Clube Cantegril, possui 20 hectares. “Em tempo de distanciamento social, em que sofremos limitações de toda espécie no direito de ir e vir, confinados em maior ou menor grau, há uma válvula de escape para todos os que apreciam e valorizam o contato com a natureza e a prática de atividade física ao ar livre. Com a observância restrita das regras determinadas pelas autoridades para esse período, o golfe no Cantegril Clube de Bagé se apresenta como um verdadeiro oásis em meio à pandemia”, contextualiza.
Fora o fator esportivo, Bordini também ressalta o aspecto de paisagismo que é proporcionado para quem pratica o esporte. “Campos e bosques cuidados com esmero ao longo dos últimos 20 anos, num paisagismo único à disposição de todos os que desejarem desfrutar do esporte e da natureza inerente ao mesmo. Por característica do golfe, somente em torno de 20 jogadores utilizam toda a área simultaneamente, fazendo com que o distanciamento social supere em muito o preconizado. Além disso, não há compartilhamento de material esportivo entre os jogadores, pois cada praticante utiliza equipamento individual, inclusive nas aulas”, argumenta.
Por conta disso, Bordini enaltece que, interessados em iniciar no esporte, ou, ao menos, que buscam uma alternativa de lazer, o clube está com agendamentos abertos. "Desconheço outra atividade que não seja econômica ou na campanha, que possa ter um distanciamento social que o golfe oferece. Ainda mais urbanamente, dentro de uma área esportiva. Então, nossa ideia é convidar as pessoas para que conheçam o golfe, pratiquem, façam uma aula, desfrutem de momentos de relaxamento, liberdade, frente à toda essa problemática que estamos vivendo desde março”, finaliza.
Interessados podem entrar em contato com a secretaria do clube, pelo telefone (53) 3240 0325, ou com o professor Carlos Guedes, (53) 99906 6394.

CARTILHA DO CLUBE PARA O ESPORTE

- Horários permitidos (de terça-feira a domingo, das 14h às 20h)
- Manter distância mínima de três metros entre os jogadores
- Não tocar na bola do oponente
- Não tocar em nenhum material (tacos, vestuário) do oponente
- Somente um jogador pode ficar no quarto dos tacos para retirar e colocar seus equipamentos
- Levar e usar álcool gel e material de higiene individual
- Seguir as normas gerais editadas pelo clube

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...