ANO: 26 | Nº: 6588

Divaldo Lara

divaldolara@gmail.com
26/05/2020 Divaldo Lara (Opinião)

Bagé responsável no combate ao coronavírus

Na semana passada, afirmamos neste espaço que Bagé está vencendo o coronavírus, principalmente devido a união de todos e as medidas de enfrentamento para evitar a proliferação do contágio, que iniciou em nossa cidade há dois meses mostrando uma tendência avassaladora, tornando-nos notícia nacional porque caminhávamos para ser o epicentro da pandemia no Rio Grande do Sul. Agimos rápidos e embasados em orientações técnicas para estancar a tendência do aumento de casos. Conseguimos. Atingimos nosso objetivo com a participação de todos. A população entendeu a proposta de responsabilidade compartilhada.
Mas, como também afirmamos aqui, trata-se de uma guerra em que cada batalha vencida é importante. Porém, essa guerra não terminou e é preciso estar alerta. Assim, quando aglomerações voltaram a ocorrer em um final de semana no centro da cidade, tendo todo o cuidado com a vida, acima de tudo, resolvemos retomar algumas medidas restritivas necessárias para a segurança da população, voltando ao toque de recolher às 22 horas, proibindo o funcionamento dos pontos exclusivos de vendas de bebidas alcoólicas e intensificando as barreiras sanitárias em todas as entradas da cidade.
Mais uma vez fomos compreendidos e apoiados pelos bajeenses. A nossa grande missão frente ao vírus que parou o mundo é impedir que ele circule em Bagé. Para isso, todos somos responsáveis. Poder público, empresários, profissionais liberais, trabalhadores da saúde, do comércio, da indústria, dos transportes, jovens, idosos, enfim. Todos, indistintamente, são personagens principais nessa luta que vai nos levar à vitória contra a Covid-19. Não temos nenhum óbito, graças a Deus, e os casos confirmados que tivemos estão devidamente monitorados, graças à integração geral da comunidade. Hoje as notícias de Bagé que os principais veículos de comunicação do Estado mostram são aquelas que nos enchem de orgulho, são notícias de uma cidade unida, que está vencendo a pandemia com ações sérias e responsáveis.
Outro dia ouvi que montamos um hospital de campanha e não usamos, que adquirimos respiradores, doses a mais de vacina contra a gripe e outros equipamentos de saúde que não serão utilizados. Em primeiro lugar é preciso que se diga "ainda bem que estamos estruturados e, melhor ainda, que não precisemos de hospital extra e de respiradores". Vamos agradecer muito por isso. Porque o que fizemos foi para não chegarmos a esse ponto. O hospital e os respiradores estão à disposição, mas todo o esforço empreendido é para não usá-los. É por saber dessa disposição e esforço que contêineres frigoríficos para armazenar corpos, oferecidos a Bagé pelo Governo do Estado, foram recusados e recusados com toda a segurança porque havia e há confiança no trabalho.
Vivemos a expectativa de poder mais uma vez reunir as representações de todas as religiões com sede em Bagé para agradecer a Deus por permanecermos todos unidos e ter nos livrados desse mal. Temos a certeza que está chegando o momento em que os empreendedores da cidade voltarão a trabalhar pelo nosso desenvolvimento com toda a paz e tranquilidade do mundo. Assim como todos os trabalhadores terão segurança em manter seus empregos.
Falta pouco. Vamos chegar lá. A sua ajuda é fundamental, use máscara, lave as mãos com frequência, mantenha o distanciamento, fique em casa o máximo que puder e ajude Bagé a vencer mais essa batalha.


Retomamos algumas medidas restritivas necessárias à segurança

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...