ANO: 26 | Nº: 6542

Padre Jair da Silva

pejairs@yahoo.com.br
Pároco da Catedral
30/05/2020 Padre Jair da Silva (Opinião)

É preciso cuidar


No dia 24 deste mês foi lembrado e celebrado os 5 anos de um dos escritos mais importantes do Papa Francisco, Laudato Si (Louvado sejas). Nesta carta encíclica, o Papa faz um grande apelo a toda humanidade, para que cuidemos do planeta.
A pandemia tem nos confrontado com algumas realidades, uma delas é a nossa interdependência. A interdependência vai além dos seres humanos, existe uma interdependência universal. Tudo está conectado, todas as espécies sofrem e ou sofrerão as consequências se não cuidarmos da casa comum, como chama o Papa.
Quando fala da ecologia, o Papa Francisco chama atenção para uma ecologia integral: "Dado que tudo está intimamente relacionado e que os problemas atuais requerem um olhar que tenha em conta todos os aspectos da crise mundial, proponho que nos detenhamos agora a refletir sobre os diferentes elementos duma ecologia integral, que inclua claramente as dimensões humanas e sociais". Falando em ecologia, trago aqui o que poderíamos chamar de sete problemas ecológicos da humanidade:
1. Explosão demográfica: embora houve uma desaceleração nos últimos anos, ainda é muito grande o ritmo de crescimento mundial. A previsão é de que em algumas décadas, o número de habitantes duplicará. Evidentemente isso trará muitas consequências nefastas.
2. Desmatamento e desertificação: é alto o ritmo de diminuição das florestas e o aumento das áreas desérticas. Nas últimas quatro décadas desapareceram mais florestas do que em toda a história da humanidade, nos relatam dados divulgados. Estima-se que 25 % da superfície terrestre encontra-se em grave processo de desertificação.
3. A perda de biodiversidade: cada vez mais plantas ou animais ou entram em extinção ou desaparecem. Conforme as estatísticas de 40 a 300 espécies desaparecem diariamente.
4. Alteração climática: Usamos com muita frequência a expressão: "o tempo está mudado. O tempo não é mais como era antigamente". O "efeito estufa", que tem como principal responsável a emissão do gás carbônico, produz o aquecimento global. Com o crescimento industrial e o com o desmatamento das grandes florestas, a situação, infelizmente só tende a piorar.
5. Chuva ácida: Causada pela emissão de gases de enxofre e nitrogênio, lançada pelas indústrias, a chuva está, atualmente, dez vezes mais ácida.
6. Buraco na camada de ozônio: A camada de ozônio, que podemos chamar de protetor solar natural, que nos protege da perigosa radiação solar, está cada vez mais afetada. Os efeitos, câncer de pele, mutações genéticas, entre outros problemas, vêm aumentando significativamente.
7. Contaminação das águas: As nossas fontes de água estão continuamente sendo contaminadas ou destruídas. Alguns até afirmam que se houver uma próxima guerra mundial, esta será em função da água.
Tudo isso é retrato de uma crise ecológica, que para o Papa Francisco, é um apelo a uma profunda conversão interior. Ele cita Bento XVI, que em uma de suas pregações assim falou: "os desertos exteriores se multiplicam no mundo, porque os desertos interiores se tornaram tão amplos". Portanto, abramos nosso coração, pois "sabemos que a criação toda geme e sofre dores de parto" (Rom 8,22).

Pe. Jair da Silva
pejairs@yahoo.com.br

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...