ANO: 26 | Nº: 6555
23/06/2020 Felipe Valduga (Editorial)

Ser plural é prioridade


O Jornal Minuano tem, desde o início de suas atividades, oferecido grande respeito ao seu maior compromisso: ser plural e garantir a circulação da maior variedade de ideias, desde que não venham ferir as órbitas da ética, da lei e da moral pública. Tantas são as categorias profissionais que aqui se informam quanto são, também, as ideias e ideais compartilhados pelos indivíduos que buscam no JM a consolidação dos conhecimentos para o cotidiano. A isso denominamos incentivo ao desenvolvimento.
Por isso, o Jornal Minuano prima por atender as demandas de todas as vertentes ideológicas ou partidárias, desde que, dentro de suas diretrizes, busquem atender aos princípios do benefício público e do crescimento tecnológico, econômico, cultural e social de nossas comunidades. Em vez de nos limitarmos a poucos colaboradores, queremos ser parceiros de todos que tiverem boas ideias e soluções. Porém, nada disso justifica que sejamos responsáveis pelas opiniões manifestadas de maneira individual e assinada, como nas colunas de opinião. Mas esse jornal que descrevemos agora é um velho conhecido do nosso leitor.
Mesmo assim, a proximidade de mais um pleito eleitoral serve também para reafirmarmos nosso compromisso com a cobertura equilibrada e real dos fatos, de maneira a garantir que pela ampla cobertura e pela diversidade de informações e ideias os eleitores formem as suas próprias opiniões com mais qualidade.
Ciente deste compromisso, agora reafirmado, o JM buscará, mais uma vez, oportunizar o espaço necessário e igualitário a todos os possíveis postulantes ao comando da Administração Municipal. Este procedimento, aliás, já teve início e, a partir das próximas edições, será ampliado para demais pré-candidatos inscritos junto às agremiações partidárias.
A meta deste veículo, neste momento, é garantir que plataformas propositivas sejam expostas, sem favorecimento a A ou B – ou mesmo C, etc. E, claro, conforme o calendário eleitoral se estreitar – uma nova definição, por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deve ser estabelecida nos próximos dias – novas formas de apresentar tais propostas serão estabelecidas. Isso tudo, claro, seguindo uma série de regras que serão formalizadas com todos os inscritos no pleito.
Este editorial, neste momento, foi entendido como oportuno, pelo Conselho Editorial do Jornal Minuano, para que quaisquer questionamentos sobre a imparcialidade deste veículo venham a ocorrer como, infeliz e corriqueiramente, ocorrem em espaços digitais, mesmo que sem uma justificativa plausível, contra veículos de comunicação do Brasil. Uma espécie de praxe, muitas vezes adotada por seus autores para negar a veracidade de informações divulgadas.
Não temos dúvidas de que quanto mais criteriosas e amplas forem as informações melhores serão as decisões e os eleitos. Mas isto, claro, caberá aos eleitores. Ao JM cabe, unicamente, garantir que os fatos sejam registrados e, sempre, tendo a pluralidade como prioridade.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...