ANO: 26 | Nº: 6542
30/06/2020 Cidade

Inicia, hoje, a 3ª Mostra de Projetos Integradores da Urcamp

Foto: Divulgação

Projetos com aplicabilidade real são frutos de demandas da comunidade
Projetos com aplicabilidade real são frutos de demandas da comunidade

Inicia hoje e se estende até dia 3 de julho (sexta-feira), a 3ª Mostra de Projetos Integradores da Urcamp. O evento reúne os projetos escolhidos para representar cada módulo dos cursos acadêmicos, com o trabalho desenvolvido ao longo do último semestre.
A pró-reitora de Ensino da instituição, Virgínia Paiva Dreux, explica que os projetos foram escolhidos através de mostras internas, realizadas na última semana, onde cada trabalho foi analisado pelas bancas formadas por docentes dos cursos. A partir desta escolha, os projetos representando cada módulo de Ensino serão apresentados durante esta semana para toda a comunidade acadêmica.
Virgínia destaca que a mostra é "um momento bem importante para os alunos, já que é a conclusão de um semestre inteiro de desenvolvimento desses projetos". Mesmo com um semestre diferenciado em virtude da pandemia, que alterou a formatação das aulas, a pró-reitora destaca a qualidade dos projetos apresentados, que poderão ser conferidos durante esta semana, através de exibição no Youtube, das 19h às 22h, com links que serão disponibilizados no site e redes sociais da instituição.
Coordenadora do curso de Sistemas de Informação, Maria Elaine Leon relata que foram apresentados sete projetos, sendo dois referente ao módulo Ambientes Imersivos Inovadores e cinco do módulo Internet das Coisas (IoT). Ela explica que no módulo Ambientes Imersivos, foram elaborados, em formato de tour virtual com recursos de RV - Realidade Virtual e Modelagem 3D, um herbário com plantas medicinais; outro foi elaborado para visita em tempo real de um Museu Virtual do Clube Grêmio Esportivo Bagé.
Já no Módulo IoT, foram desenvolvidos aplicativos para os mais diversos públicos e necessidades como itinerário, horários e roteiros de transporte público com o AppBuss; para doadores e receptores e bancos de sangue temos o App SanVida; o App Cine7, que possibilita a escolha do filme e a compra do ticket do filme através do smartphone; app Escolar, focado na agilidade e informatização para auxiliar a comunicação entre professores, família e direção da escola, além da proposta de implementação do site do Hospital Universitário da Urcamp, mantido pela Fundação Attila Taborda, que prevê a disponibilização de informações, agregando funcionalidades como a opção de acesso via site do app SanVida.
Dentro da demanda "Cartilha com orientações sobre funcionalidade para pacientes internados no HU", as acadêmicas Amanda Jardim da Silva, Andrélli Meneses Miranda Fialho, Eduarda Regert Carrer e Esthefani Lettnin Soares apresentaram o projeto "O uso de um aplicativo para auxílio aos pacientes de hemodiálise no HU de Bagé", em parceria com a APUS Digital, por intermédio do mentor Alex Camargo.
Para a resolução do desafio, optou-se por desenvolver um aplicativo, que será disponibilizado aos pacientes que realizam tratamento de hemodiálise do HU, que contará com rotinas de atividades desenvolvidas por um Fisioterapeuta. As atividades estão contidas no aplicativo através de descrição textual, imagens e vídeos. Denominado App HU Funcional, ele é uma cartilha virtual com orientações sobre funcionalidade para pacientes em tratamento. As acadêmicas explica que, devido ao tratamento, as condições físicas dos pacientes podem ser afetadas, deixando-os cansados e restritos de algumas atividades básicas. Desse modo, a fisioterapia entra como agente auxiliador para reduzir e até mesmo reverter essas mudanças.
"Graças o novo método de ensino da Urcamp, nós encontramos a possibilidade de iniciar um projeto que esperamos que perdure durante toda a graduação. Foi desafiador, e com a ajuda da nossa equipe, conseguimos alcançar o objetivo", destaca a acadêmica Esthefani Lettnin Soares, que apresentou o projeto do Módulo I.
Já no curso de Direito, foram apresentados 18 projetos integradores, sendo 12 resultados do Módulo I, com tema gerador Cidadania e Acesso à Justiça, e seis do módulo II, cujo assunto foi Controle sociopenal. O coordenador do curso, Heron Vaz, aponta que os projetos integradores, "além de proporcionar prática da Ciência do Direito para alunos desde o primeiro semestre, também faz com que desenvolvam habilidades relacionas a solidariedade e responsabilidade social, porque são projetos oriundos de demandas da comunidade".
A partir dessa natureza de projeto de extensão que tem os projetos integradores, os alunos conseguem, ao término do semestre, a partir das demandas da comunidade, entregar um produto adequado, que traz solução para o problema localizado na comunidade.
Vaz ressalta que diversos órgãos públicos já solicitaram soluções para problemas, como a própria Polícia Civil, com temática relacionada ao problema da segurança pública. Outro destaque foi a elaboração de uma cartilha de conscientização para as eleições em tempos de pandemia.
No curso de Jornalismo, foram apresentados cinco projetos integradores, quatro com propostas que integram um esforço de resolver questões de comunicação levantadas como problema para a comemoração do centenário do Grêmio Esportivo Bagé, enquanto uma quinta traz um projeto de difusão cultural do Museu Dom Diogo mediante audiovisuais que promovam o patrimônio material e imaterial da cidade.
Os projetos ligados ao aniversário do G.E. Bagé buscam solucionar muitas questões. A principal delas é o desafio de aproximar o clube e os torcedores para a comemoração dos cem anos de atividades em pleno período de pandemia mundial que determinou o distanciamento social. As campanhas de diferentes produtos de audiovisual propõem entrevistas, peças para redes sociais, vídeos institucionais, podcasts e mostra fotográfica virtual. Em comum, as ideias buscam atrair as pessoas para o mesmo espaço de comunicação, sem promover a aglomerações. Todos os projetos criaram e colocaram em prática seus produtos com elevado resultado junto ao público e torcedores.
O quinto projeto, ligado ao Museu Dom Diogo, estabelece um calendário de produções em minidocumentários que esclarecem o papel da instituição e destacam os principais exemplares arquitetônicos ou pontos históricos ligados à memória e identidade do município e região.
Lembrando que todos estes projetos, e muitos outros, poderão ser conferidos nas apresentações virtuais da mostra, exibida através do Youtube, até sexta-feira, das 19h às 22h, com link que será disponibilizado através do site e redes sociais da instituição.

 BOX

Apresentações 3ª Mostra de Projetos Integradores

30/06 - 19h às 22h
Engenharia Civil (2), Nutrição (2), Psicologia (2) e Sistemas de Informação (4)
01/07 - 19h às 22h
Medicina Veterinária (1), Enfermagem (3), Farmácia (1), Fisioterapia(2) e Agronomia(1)
02/07 - 19h às 22h
Administração (2), Ciências Contábeis (2), Direito (2), Gastronomia(2 ) Jornalismo(1)
03/07 - 19h às 22h
Educação Física (2), Ciências Biológicas (2), História(1), Pedagogia(2) e Arquitetura(2)

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...