ANO: 26 | Nº: 6573

Divaldo Lara

divaldolara@gmail.com
14/07/2020 Divaldo Lara (Opinião)

Alerta geral no combate ao coronavírus

O momento é grave. A Prefeitura, a Coordenadoria de Saúde e o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus intensificam o trabalho de prevenção e monitoramento para evitar que mais bajeenses sejam contaminados. Tenho dito e reitero: não é possível que alguns irresponsáveis ponham em risco a vida de uma população inteira, precisamos da conscientização de todos. Não se trata de um sacrifício descomunal, é evitar aglomerações, evitar festas, manter o distanciamento, usar máscara e lavar as mãos. Depois de 120 dias de intensa fiscalização e vigilância, em que se destacou o esforço de praticamente todos os setores da comunidade, não é possível que atitudes levianas fizessem com que a doença voltasse a assustar a nossa cidade. E pior ainda: por gente trazida de outros municípios para eventos como aniversário de 70 anos e festa religiosa, dois atos irresponsáveis que provocaram a contaminação de dezenas. Os contaminados estão sendo monitorados. No entanto, trata-se de 60 pessoas, alguma coisa pode escapar ao controle. E esse é um trabalho que provoca um desgaste enorme aos profissionais da saúde, são enfermeiros e técnicos que não param um minuto nessa ação de detectar, monitorar, isolar. Infelizmente, aconteceu em um momento que já estávamos nos distanciando do pior. Por isto, volto a pedir um pouco mais de dedicação, esforço e cuidado. Por favor. Somos mais fortes que o vírus e vamos vencê-lo, mas, para isso, é necessária a colaboração e participação de todos. Avise a Vigilância Sanitária ao constatar aglomerações, festas ou reuniões. Nossas equipes estão nas ruas, trabalhando para nos proteger. Geraldo Gomes é o chefe da Vigilância Sanitária. Ligue para 999727739 ou envie uma mensagem de WhatsApp. Precisamos formar nosso batalhão de guerra contra o vírus e contra a irresponsabilidade. Por parte da Prefeitura não falta trabalho. As barreiras sanitárias que organizamos com o apoio do Exército Brasileiro estão nas entradas da cidade. A fiscalização funciona, sim, e está em todos os setores. Preciso aqui parabenizar os empresários de Bagé, seus colaboradores, que atuam como modelos de cuidado e higiene. Não há como não elogiar o empresariado, os empreendedores, os trabalhadores dos setores de comércio e serviços. Nada mais injusto que ter de fechar o comércio por culpa de atitudes que não têm o menor cabimento dentro de uma sociedade consciente de seus deveres.
Por fim, volto a pedir a todos para colaborar nessa empreitada de cuidar de vidas e de preservar a economia. Vamos vencer. Voltaremos ao normal.


Não se trata de
um sacrifício descomunal,
mas de evitar aglomerações

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...