ANO: 26 | Nº: 6576
16/07/2020 Segurança

Polícia investiga caso de menino de oito anos com sinais de espancamento em Pinheiro Machado

Uma possível agressão a um menor de idade está sendo investigada pela Delegacia de Polícia Civil de Pinheiro Machado. Na noite de quinta-feira (15), um menino de oito anos deu entrada no Hospital de Pronto-Socorro de Rio Grande, após ser levado do Pronto-Atendimento de Pinheiro Machado, apresentando diversos hematomas, seis dedos quebrados, duas pernas fraturadas, inclusive com mordidas, queimaduras e sinais de espancamento.

De acordo com a delegada titular de Pinheiro Machado, Carolina Terres, a investigação está em andamento. “Este menino é filho de uma prostituta que deixou ele e outros irmãos, uma menina de 10 de anos, um outro menino de 12 anos e um irmão mais velho, de 14. O pai deles está preso. O caso já estava sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar e o menino já havia fugido desta casa”, contou.

Carolina destacou que a criança estava, segundo o médico que atendeu o menino em Rio Grande, subnutrido, pesando apenas 18 quilos, quando o normal, para a idade, seria cerca de 30 quilos. “Essa vítima estava totalmente debilitada, machucada e possivelmente o inquérito será de tortura, pois, a princípio, é um crime grave”, completou.

A delegada ainda informou que o irmão mais velho, de 14 anos, contou que o menino teria caído de um muro, quando estava brincando, por isso teria fraturado as pernas. “Mas o médico viu outros machucados, de outros momentos. Já averiguamos familiares, de Piratini, senão será trazido para Bagé, onde ele será levado após o tratamento médico”, concluiu.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...