ANO: 26 | Nº: 6588
21/07/2020 Segurança

Denúncias de festas clandestinas são apuradas em Bagé

Desde a publicação do decreto que determinou um controle mais rígido em relação às aglomerações, em Bagé, a Secretaria  Municipal de Segurança e Mobilidade (SSM), em conjunto com a Vigilância em Saúde e Brigada Militar, trabalha na fiscalização e na coibição de “festas clandestinas” e aglomerações de pessoas para o combate à pandemia de Covid-19.

De acordo com o secretário municipal de Segurança e Mobilidade, José Carlos Nobre, às vezes, são recebidas denúncias, mas nem todas são procedentes. “Pelo tamanho da cidade, o volume (de denúncias) não é tão grande. Na maioria das vezes as equipes averiguam antes, e, em caso de confirmação, são deslocadas as equipes da SSM , Vigilância e BM”, explicou.

Nobre destaca que os maiores pontos de aglomeração são em locais conhecidos como os “rotas”, bares e lojas de conveniência de alguns postos de combustíveis. “Locais onde já estivemos fiscalizando foram a avenida Santa Tecla, nas imediações da Unipampa, no São Bernardo, entre outros. Mas é importante que a comunidade denuncie a existência de destas ações clandestinas”, complementou.

Vale lembrar que, no final de semana, durante a vigência do toque de recolher, cerca de 200 veículos foram abordados. Segundo Nobre, houve quatro recolhimentos de carro por irregularidades; três motoristas foram abordados sem CNH e dois acusaram sinais de embriaguez, após realização de teste no etilômetro. Também foram abordadas 14 motocicletas.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...