ANO: 26 | Nº: 6555

José Artur Maruri

josearturmaruri@hotmail.com
Colaborador da União Espírita Bajeense bagespirita.blogspot.com.br
25/07/2020 José Artur Maruri (Opinião)

Allan Kardec e a caridade

Nas últimas semanas andou circulando na internet uma entrevista realizada pelo jornalista Pedro Bial em seu programa na Rede Globo de Televisão, "Conversando com Bial", onde os escritores Dora Incontri e Marcel Souto Maior falaram sobre novos achados relacionados à biografia de Allan Kardec.
Não pairam dúvidas que a biografia do homem – Kardec – tem sua importância por si só, já que a partir dos seus estudos foram identificados elementos científicos nos espetáculos oferecidos pelas mesas girantes do final do século 19 e, com isso, fundamentou-se uma doutrina que tem milhares de adeptos ao redor do mundo, encontrando especial amparo em terras brasileiras.
No entanto, o próprio Allan Kardec, em escritos achados em seu escritório após a sua desencarnação, trazidos à luz em "Obras Póstumas", oferece elementos para que compreendamos uma das principais máximas do Espiritismo: "Fora da caridade não há salvação". E em tal máxima, possamos enxergar quem foi Allan Kardec. Senão vejamos:
"(...) Continuarei, pois, a fazer todo o bem que puder, mesmo aos meus inimigos, porque ódio não me cega; e eu lhes estenderia sempre a mão para tirá-los de um precipício, se a ocasião disso se apresentasse. Eis como entendo a caridade cristã; compreendo uma religião que nos ordena retribuir o mal com o bem, com mais forte razão restituir o bem pelo bem. Mas não compreenderia jamais a que nos prescrevesse retribuir o mal com o mal. (Pensamentos íntimos de Allan Kardec; documento encontrado em seus papeis)"
Nessa linha, o próprio Allan Kardec é quem se entrega a vivenciar a máxima trazida pelo Cristo e relembrada pelos Espíritos, a qual assentaria a nova era para a humanidade, a caridade.
"De tal modo compreendeu S. Paulo essa verdade, que disse: 'quando mesmo eu tivesse a linguagem dos anjos; quando tivesse o dom de profecia, que penetrasse todos os mistérios; quando tivesse toda a fé possível, até ao ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, nada sou. Dentre essas três virtudes: fé, esperança e caridade, a mais excelente é a caridade'. Coloca assim, sem equívoco, a caridade acima até da fé. É que a caridade está ao alcance de toda gente: do ignorante, como do sábio, do rico, como do pobre, e independe de qualquer crença particular. Faz mais: define a verdadeira caridade, mostra-a não só na beneficência, como também no conjunto de todas as qualidades do coração, na bondade e na benevolência para com o próximo".
A referência acima é extraída de outra obra magnânima: "O Evangelho Segundo o Espiritismo", a qual conecta eternamente as lições do Cristo à Doutrina dos Espíritos.
Outrossim, diante de um momento de incerteza social como o que se vive na atualidade, onde os grandes exemplos, ao que parece, não virão dos líderes das nações, é imperativo que o espiritista cristão tenha ânimo e busque as luzes que, com certeza, virão de seres como Allan Kardec e o apóstolo Paulo, verdadeiros cristãos.
Enfim, o próprio apóstolo Paulo, em comunicação oferecida em Paris, no ano de 1860, encartada em "O Evangelho Segundo o Espiritismo", vem nos dar conta sobre como a virtude da caridade pode nos auxiliar sempre:
"Meus amigos, agradecei a Deus o haver permitido que pudésseis gozar a luz do Espiritismo. Não é que somente os que possuem hajam de ser salvos; é que, ajudando-vos a compreender os ensinos do Cristo, ela vos faz melhores cristão. Esforçai-vos, pois, para que os vossos irmãos, observando-vos, sejam induzidos a reconhecer que verdadeiro espírita e verdadeiro cristão são uma só e a mesma coisa, dado que todos quantos praticam a caridade são discípulos de Jesus, sem embargo da seita a que pertençam. – Paulo, o apóstolo".

(Referência: Allan Kardec. Obras Póstumas. Fora da Caridade Não Há Salvação. Ide Editora. p. 237. Allan Kardec. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo 15. Item 10. FEB Editora. p. 252)

José Artur M. Maruri dos Santos
Presidente do Conselho Regional Espírita da 6ª Região

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...