ANO: 26 | Nº: 6578
25/07/2020 Luiz Coronel (Opinião)

Foi Assim...


Um exército invisível
invadiu a terra.
E nos tornamos presidiários,
encarcerados.

Uma forte disciplina
nos fez estáticos, algemados.

Mãos sem afago,
lábios sem beijo,
braços sem abraços.

Tínhamos direito
A meia hora de sol,
embora os parques
estivessem interditados.

E próprio mar, bloqueado
por cadeados e fechaduras.

Sonhos e projetos tombados
qual árvores após um tornado.

Os mortos, bem mais
sabiam da tragédia
do que os vivos.

E a pergunta no ar: - Quando
caírem nossas máscaras,
qual será nossa verdadeira face?

A vida ansiosa, qual
Jogadores no banco de reservas.

Quando despencarem
as folhas do calendário
não faltarão fogos
a inaugurar constelações
sob os céus.

A vida estará reinaugurada
e poderemos dizerapenas:
-Foi assim!

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...