ANO: 26 | Nº: 6590
28/07/2020 Segurança

Mais de 280 policiais civis já foram afastados devido ao coronavírus no Estado

Um levantamento realizado pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul mencionou 281 afastamentos de profissionais do setor, com 77 policiais civis já tendo testado positivo para a Covid-19 no Estado.

Conforme o delegado regional da Polícia Civil, Luis Eduardo Benites, alguns profissionais da região chegaram a cumprir o isolamento, de 14 dias, como é preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e retornaram, posteriormente, às atividades. Outros, que possuem doenças e são do grupo de risco, estão afastados. “Também, como determina o governo do Estado, estamos fazendo revezamento de trabalho, para não ter diversos policiais em um setor, enquanto alguns trabalham em casa, remotamente”, contou.

De acordo com nota do Sindicato dos Policiais Civis, UGEIRM/Sindicato, a incerteza quanto à possibilidade de estar levando, para dentro de casa, o novo Coronavírus e a possibilidade de contaminar familiares já passou a fazer parte do cotidiano dos profissionais da Segurança Pública. "Essa realidade tem sérias consequências para a saúde desses trabalhadores. Além do stress natural de uma profissão que lida diariamente com a possibilidade da morte, conviver com a perspectiva de estar levando para sua família a epidemia do coronavírus, torna essa realidade ainda mais difícil", menciona a manifestação sindical.

A direção da UGEIRM, inclusive, reafirmou a sua posição, já apresentada ao governador, de iniciar imediatamente a testagem massiva de toda a categoria, com a utilização dos kits RT-PCR e não com testes rápidos, traçando um quadro claro da pandemia na categoria. Isso deve ser combinado com a volta imediata do revezamento e o afastamento imediato dos policiais do grupo de risco e de qualquer profissional que tenha tido contato com pessoas infectadas.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...