ANO: 26 | Nº: 6573

Dilce Helena Alves Aguzzi

dilcehelenapsicologa@gmail.com
Psicóloga
04/08/2020 Dilce Helena Alves Aguzzi (Opinião)

A música para diferentes estados da alma

Em outra coluna abordei filmes que nos tocam de alguma maneira. Hoje, tento fazer um pequeno apanhado de sugestões de músicas brasileiras para diferentes estados da alma durante e pós pandemia.

Para os que buscam por mais empatia: Balada de um louco – Mutantes.

Aqueles que procuram encontrar forças para resistir: Até o fim – Engenheiros do Hawaii.

Aos que desejam ver a poesia no cotidiano: Águas de março –Tom Jobim.

Adentrar a alma do sul, lírico, urbano, frio e envolvente: Ramilonga - Vitor Ramil.

Gratidão em amar e ser amado: Na rua, na chuva ou na fazenda - Hyldon e Só Hoje - J Quest.

Autoestima: Pensando em Você - Paulinho Moska.

Acalmar a mente se reconectar com o sagrado: Se eu quiser falar com Deus - Gilberto Gil.

Sair da zona de conforto, se perceber por outra perspectiva e ir a luta: Ovelha Negra - Rita Lee.

Para os que precisam de mais confiança na vida e abandonar um pouco a necessidade de controlar tudo: Deixa a vida me levar - Zeca Pagodinho.

Persistência nas adversidades: Tente outra vez - Raul Seixas e Pescador de Ilusões - Rappa.

Conviver melhor com alguém difícil (todos nós): Sutilmente – Skank.

Em tempo de indecisão: Se – Djavan.

Para quem está aprendendo a se expor menos nas redes sociais: Apenas mais uma de amor -Lulu Santos.

Ativar a espontaneidade: Vento Ventania - Biquini Cavadão e Trevo (Tu) - Tiago Iorc.

Não ceder às expectativas alheias: Cowboy fora da lei - Raul Seixas e Não vou me adaptar - Titãs.

Em momentos de cansaço: Será - Legião Urbana.

Ouvir a voz interior: Infinita Highway – Engenheiros do Hawaii.

Simplicidade ao expressar emoções: Um dia de Domingo – Tim Maia.

Esperança: Anunciação - Alceu Valença, Andar com fé - Gilberto Gil, Enquanto houver Sol -Titãs.

Passagem do tempo, efemeridade da vida: Como uma onda - Lulu Santos, Trem das 7 - Raul Seixas, Epitáfio – Titãs.

A beleza de se ser quem se é: Olhos Coloridos - Sandra de Sá.

Perceber os encantos da vida apesar dos pesares: O que é o que é – Gonzaguinha.

E para todos os dias enquanto a vida não retorna à normalidade: Paciência - Lenine.

 

 

“Aos que desejam ver poesia no cotidiano”

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...