ANO: 26 | Nº: 6588

Egon Kopereck

egonkopereck@gmail.com
Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz
15/08/2020 Egon Kopereck (Opinião)

Conversar com Deus



Vivemos um momento de dificuldades, ansiedade e preocupação no mundo inteiro. A pandemia do coronavírus, a Covid-19, tem trazido angústia e aflição. Em todo mundo cientistas, estudiosos na área da saúde, buscam solução, testam vacinas que possam combater esse maldito vírus.
Nessa época, muitos lembram de Deus, buscam sua ajuda, seu socorro e proteção. Outros continuam não se lembrando dele, ignorando seu poder, sua majestade e glória, lamentavelmente. É bem verdade que Deus quer fazer parte da nossa vida, não só em momentos de calamidades, mas, em todos os dias da nossa vida. Deus nos diz no Salmo 50.15: "Invoca-me no dia da angústia, eu te livrarei, e tu me glorificarás." Vejam que há aqui um convite: "Invoca-me". Há aqui uma promessa: "Eu te livrarei." E também uma resposta da nossa parte: "Tu me glorificarás." Muitos só lembram de pedir, mas se esquecem de agradecer.
Qual tem sido nossa atitude? Temos conversado com Deus? Temos colocado diante dele nossa ansiedade? Deus nos diz em Tiago 4.2: "Nada tem, porque não pedem.", e em Mateus 7.7 diz: "Pedi e dar-se-vos-á.", e, novamente Tiago 1.5-7 nos diz: "Peça, porém, com fé, em nada duvidando, pois o que duvida ... não pense que alcançara do Senhor alguma coisa."
Pensando nisso, me lembrei de uma carta que alguém compartilhou comigo, e que dizia o seguinte:
"Prezado amigo! Como vai? Estou te enviando essa carta, apenas para dizer que me preocupo contigo.
Ontem te vi conversando com teus amigos e pensei: Ele vai conversar comigo também. Esperei o dia todo, para te chamar a atenção, mandei-te um por do sol maravilhoso. Depois do jantar, vi que estavas te preparando para descansar e achei, agora vai lembrar de mim, e conversar um pouco comigo. Mas, infelizmente, nem pensaste em mim. Fiquei triste. Fiquei triste porque te amo, quero o teu bem, sou teu amigo. Cuidei do teu sono, mandei os anjos para te proteger, e pensei: Amanhã, certamente, ele vai me dar um: Bom Dia! Mas, foi só correria. Deste uma olhada nas mensagens do celular e foste correndo pro teu trabalho. Eu tinha tantas coisas para te dizer e desejar um bom dia, com a minha bênção, mas, ... infelizmente, não tinhas tempo para mim. Que pena! Vejo que eu não faço parte do teu dia-a-dia. Eu te vi preocupado com teus negócios, trabalho, família, e queria tanto te ouvir entregando tudo isso em minhas mãos, mas tu, ...não tens tempo para mim, ou, quem sabe, achas que consegues tudo sozinho. Grande ilusão. Queria te aconselhar a ler o Salmo 127, onde diz: "Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam."
Meu amigo! Mandei o sol, para alegrar o teu dia. Mandei a chuva, para regar a terra. Te dei o perfume das essências nativas. Outro dia, até obriguei tua cidade a fazer um racionamento de água, para ver se te davas conta de quão importante era a chuva e que me pedisses por ela, mas te vi reclamando, mas, nada de falar comigo. Agora há uma calamidade no mundo, e até te ouvi dizendo: "Que Deus nos ajude!", mas aquilo foi tão automático, e nem pensaste, de fato em mim naquela hora.
Amigo! Estou te esperando. O meu socorro está sempre à disposição, mas quero ouvir tua voz, teu pedido. Conversa comigo. Entrega tua vida em minhas mãos, confia em mim, e deixa tudo o mais comigo.
Com carinho, teu amigo Jesus.
Claro que essa carta foi escrita por algum companheiro da jornada, mas nos leva à reflexão.
Deus nos ajude.

Pastor da Congregação Ev. Luterana da Paz

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...