ANO: 26 | Nº: 6590

Egon Kopereck

egonkopereck@gmail.com
Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz
22/08/2020 Egon Kopereck (Opinião)

Ser luz

Amigos leitores!
Anos atrás, quando os recursos eram bem mais limitados, estavam construindo uma ponte numa estrada de bastante movimento. Era necessário fazer um pequeno desvio, uma vez que, pela ponte, não era possível passar. O dia todo havia vigia, durante o dia abanando com uma flamula para apontar o desvio, e, à noite, quando algum carro se aproximava, ele ficava agitando uma lanterna para avisar do perigo. Certo dia um carro vindo em alta velocidade, não viu a sinalização, caiu na ponte e o motorista veio a falecer. A família do falecido ficou muito revoltada com a empresa que estava construindo a ponte e moveu um processo contra a mesma, e, mais especificamente, contra o vigia que deveria alertar os viajantes do perigo. Durante o julgamento perguntaram ao funcionário que estava de plantão na hora do acidente: "Você confirma que agitou a lanterna quando o carro se aproximou?" O vigia, então, com os lábios trêmulos, nervoso respondeu: "Senhores! Perante Deus eu declaro que balancei a lanterna." Ele foi declarado inocente. Um amigo íntimo do vigia, lhe perguntou, depois do julgamento: "Jorge! Quando você respondeu as perguntas lá no tribunal, por que estavas tão nervoso?" E ele respondeu: "Era verdade que eu balancei a lanterna, mas ... que Deus me perdoe, a lanterna estava apagada."
Amigos leitores! Jesus disse aos seus seguidores, e isso vale para cada um de nós que confia nele: "Vós sois a luz do mundo." (Mateus 5.14) E um pouco adiante, em Mateus 5.16: "Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam vossas boas obras e glorifiquem ao vosso Pai que está nos céus."
Prezados amigos! Vejo aqui duas grandes verdades: A primeira diz respeito a mim. Como cristão, isto é, seguidor de Jesus, se eu não aproveitar todas as oportunidades, também através desse meio de comunicação, para alertar, chamar a atenção, apontar para Jesus Cristo, como o único caminho, Verdade e Vida que leva ao Pai Celeste, estarei abanando uma lanterna apagada, que não ajuda, nem salva ninguém. Por isso, fica aqui o meu testemunho e o convite para todos que ainda não conhecem, ou ainda não amam ao Salvador Jesus, aceitem a ele como vosso Salvador pessoal. Jesus veio ao nosso mundo, se humilhou, sofreu e morreu numa cruz, para pagar a nossa culpa e trazer paz, perdão, vida e salvação a todo aquele que nele crê e o segue.
Em segundo lugar: A todos que, como eu, creem em Jesus como seu Salvador pessoal, não se omitam de fazer a sua parte. Abanar, brilhar, ser luz a refletir o amor de Deus. Jesus é a porta para a felicidade eterna no céu. O desejo dele é que todas as pessoas o reconheçam e aceitem como seu Salvador, e assim, vivam felizes, já aqui neste mundo, mas especialmente, que assim possam um dia estar e viver com Jesus e todos os salvos na bendita e gloriosa eternidade.
Imaginem se um dia um amigo, irmão, colega nos apontar o dedo dizendo: Por que tu não me avisaste? Tu conhecias o caminho e não me apontaste para ele. Tu sabias do perigo que eu estava correndo e não fizeste nada por mim.
Eis o nosso desafio: Ser luz. Apontar para Cristo, com nossa maneira de viver, falar e agir. Ser testemunha, embaixador, sal da terra, luz do mundo, o bom perfume de Cristo nesse terra.
Pense nisso, enquanto vos desejo um bom final de semana!

Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...