ANO: 26 | Nº: 6588
22/08/2020 Cidade

UTE Pampa Sul fará obra de conexão com nova subestação de energia

Foto: Ramon Cruz/EspecialJM

Expectativa é que, no pico da obra, aproximadamente 100 postos de trabalho sejam criados
Expectativa é que, no pico da obra, aproximadamente 100 postos de trabalho sejam criados

As obras de migração da conexão da linha de transmissão da Usina Termelétrica (UTE) Pampa Sul, instalada em Seival, para a Subestação Candiota 2, que está atualmente sendo construída por outra empresa transmissora, devem iniciar em setembro. Esta nova subestação está situada bem ao lado da SE Candiota, em operação. A medida atende exigências da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e garantirá escoamento da energia gerada pela unidade.
O diretor da UTE Pampa Sul, Odilon Parente, destaca que 'as obras para migração são necessárias para permitir a conexão em rede básica do sistema elétrico brasileiro'. “Estão previstas para serem concluídas no segundo semestre do próximo ano. Somente após os testes finais na futura SE Candiota 2, é que a conexão atualmente em operação será desmobilizada, tudo bem planejado para que não haja qualquer risco de interrupção no fornecimento de energia. Dessa forma, atendemos as exigências da Aneel e garantimos o escoamento da energia gerada pela UTE Pampa Sul para todo o sistema”, pontua.
As obras de responsabilidade de Pampa Sul consistem em pequeno ajuste no trecho final da Linha de Transmissão 525 kV Pampa Sul, com implantação de duas novas torres, bem como uma nova instalação de conexão, interligando a Usina a nova Subestação Candiota 2, ora em construção.
Os trabalhos deverão iniciar com a supressão vegetal, com a autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Na sequência, seguem os trabalhos de terraplenagem e, somente após, serão executados os serviços de montagem das estruturas e posterior energização. A expectativa é que, no pico da obra, aproximadamente 100 postos de trabalho sejam criados.
Parente explica que o Consórcio Cotesa/Conenge, responsável pelas obras de Pampa Sul, já realizou algumas contratações para a área administrativa, dentro das necessidades iniciais de mobilização. “A expectativa é que a mão de obra regional, na medida do possível, seja aproveitada com o intermédio das vagas sendo realizado exclusivamente pela agência do SINE-FGTAS de Candiota”, destaca.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...