ANO: 26 | Nº: 6586
27/08/2020 Segurança

Implementação da Guarda Municipal chega na fase final

A tão aguardada instituição da Guarda Municipal está próxima de se tornar realidade. De acordo com o atual secretário municipal de Segurança e Mobilidade, José Carlos Nobre, os resultados dos testes psicotécnicos serão divulgados no dia 4 de setembro e, então, os candidatos serão convocados para realização de entrega de documentação de vida pregressa e realização do teste toxicológico.

Segundo Nobre, os candidatos que já sabem seus resultados podem realizar o exame toxicológico. “O exame é feito em Bagé, mas vai para fora da cidade para vir o resultado. Então, isso acaba demorando. Para agilizar, o candidato já pode fazer”, sugeriu.

Uma comissão com órgãos de segurança já foi montada, composta por representantes de diversos setores para investigação da documentação de vida pregressa, explica o secretário da SSM. “A Fundatec irá, em breve, estar publicando o calendário”, destacou.

O curso de preparação dos convocados será ministrado em Bagé, informa o secretário, e terá, como docentes, professores ligados as universidades da Rainha da Fronteira, valorizando os profissionais locais. “Teremos instrutores ligados a segurança pública, dos órgãos como Polícia Civil, Brigada Militar, Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal”, complementou.

A capacitação para atuar na Guarda Municipal de Bagé terá 476 horas de aulas. “O local ainda não está definido, mas temos diversas possibilidades”, acrescentou Nobre.

Matriz Curricular Nacional

A Matriz Curricular Nacional para Guardas Municipais é mais ampla que um currículo ou conjunto de conteúdos de ensino, na medida em que valoriza a capacidade de utilização crítica e criativa dos conhecimentos, não se restringindo ao simples acúmulo de informações. Ao mesmo tempo, oportuniza o respeito às diversidades regionais, sociais, econômicas, culturais e políticas existentes no país, possibilitando a construção de referências nacionais que possam traduzir os “pontos comuns” que caracterizam a formação das Guardas Municipais nos diversos municípios brasileiros.

Se existem diferenças sociais e culturais, que determinam diferentes necessidades de aprendizagem, existe também o que é comum a todos. As Guardas Municipais de qualquer lugar do Brasil devem ter o direito e a possibilidade de aprender. A Matriz Curricular Nacional para a Formação de Guardas Municipais foi elaborada com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD / Brasil.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...