ANO: 26 | Nº: 6588
05/09/2020 Região

Setembro Amarelo será dedicado a profissionais da saúde em Candiota

Com tema "Um cuidado com o servidor", a Prefeitura de Candiota lançou a campanha do Setembro Amarelo. Neste ano, o foco será direcionado para os profissionais de saúde. Uma das iniciativas que estão previstas é a elaboração de um material audiovisual por acadêmicos e profissionais de Psicologia, com um diálogo aberto sobre suicídio, causas e sinais de alerta. Também serão elaborados cards informativos para divulgação, por aplicativos de conversa, que colocam os servidores à disposição para consultas psicológicas.
A ideia é que o canal sirva para resolução de problemas, frustrações e angústias, originadas pela pandemia do novo coronavírus. Conforme nota repassada pela assessoria de comunicação, os profissionais de Psicologia apontam que, em virtude do medo do contágio e da impossibilidade do contato físico, essa crise sanitária pode trazer relativo aos transtornos mentais.
Para a psicóloga Carla Aguzzi, o suicídio não é causado por uma única razão, como a doença mental, mas por uma conjunção de fatores, como relacionamentos, abuso de substâncias, saúde física, trabalho, problemas financeiros e legais. "Ouça atentamente, transmita afeto, preocupação, fique aberto a ouvir alguém falar de sua dor. Falar abertamente sobre sentimentos e pensamentos suicidas pode ajudar uma pessoa, e no seu processo de recuperação, incentive a procurar ajuda profissional. Não estamos falando em 'normalizar', mas em aceitar o desconforto, não julgar e entender que o melhor caminho é uma conversa aberta. Se todos falarmos com responsabilidade e conhecimento, podemos ampliar as chances de salvar mais vidas", finaliza.

Programação em Bagé
Na Rainha da Fronteira, a Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, por meio da coordenadoria de Saúde Mental, elaborou uma programação especial neste mês, já que setembro é dedicado à conscientização sobre a prevenção do suicídio.

Em virtude da pandemia, as ações serão realizadas para um público interno ou através da internet.  A coordenadora de Saúde Mental de Bagé, Carla Finger, informa que as atividades falarão sobre os cuidados com prevenção, como a pandemia tem atingido a saúde mental das pessoas, sobre o Setembro Amarelo, além de tirar dúvidas e responder questionamentos dos ouvintes e internautas.
Na sexta-feira, uma palestra on-line, com o tema "Luto coletivo e Luto Público: trata-se do mesmo fenômeno?", foi ministrada por Maria Helena Franco, para profissionais do Caps e Nasf. A partir do dia 10, a programação terá sequência.


10 de setembro -  Caps II
Manhã e tarde – psicoeducação em sala de espera
Distribuição de informativos sobre o setembro amarelo

14 de setembro – Caps AD
10h30 – roda de conversa
Dr. Rafael Ribeiro
Psicóloga Aline Cardoso
Tema: “Setembro Amarelo”
Profissionais do Caps AD

14 de setembro – Caps I
14h – roda de conversa
Dr. Josias Piaia
Tema: “Setembro Amarelo”
Profissionais do Caps I e  NASF

18 de setembro – virtual
9h30 – encontro virtual
Psicóloga Marcia Lorena  de Quadros
Tema: “Saúde Mental x Comunidade Escolar: Enfrentamentos em Tempos de Pandemia”
Professores e orientadores educacionais da EMEF Emílio Luiz Mallet

21 de setembro - virtual
14h – encontro virtual
Psicóloga Dilce Helena Aguzzi
Psicóloga Marcia Lorena de Quadros
Tema: “Construindo a rede de Apoio e Prevenção do Suicídio”
Atenção Básica

23 de setembro – Caps II
10h30 – roda de conversa
Dr. Mário Pinto
Tema: “Setembro Amarelo”
Profissionais do Caps II

25 de setembro – Caps I
10h – palestra online
Marina da Silva Netto
Tema: “Um Olhar para a Promoção  da Vida e Saúde Mental na Adolescência”
Profissionais do Caps I e Nasf

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...