ANO: 26 | Nº: 6572
16/09/2020 Fogo cruzado

Processos relacionados ao município de Bagé integram lista de gestores com contas rejeitadas pelo TCU

Foto: Abdias Pinheiro/ASCOM/TSE

Presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, recebeu lista do presidente do TCU, ministro José Mucio Monteiro
Presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, recebeu lista do presidente do TCU, ministro José Mucio Monteiro

Sete processos relacionados a Bagé integram a lista com mais de sete mil nomes de gestores públicos que tiveram contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na segunda-feira. 
A relação dos gestores gaúchos será enviada ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), a quem cabe julgar os pedidos de registro de candidaturas para os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas Eleições Municipais de 2020.
As informações podem instruir eventuais pedidos de impugnação das candidaturas, porque a legislação declara inelegíveis pessoas que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável.
A relação pode ser consultada na página “Contas Irregulares (aqui)” do Portal do TCU na internet.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...