ANO: 26 | Nº: 6572
16/09/2020 Fogo cruzado

Quadro eleitoral está definido em Candiota

Foto: Arquivo JM

Santos, Folador e Dornelles foram confirmados na disputa pela prefeitura
Santos, Folador e Dornelles foram confirmados na disputa pela prefeitura

Três candidaturas ao Executivo compõem o quadro eleitoral em Candiota. O prefeito Adriano Castro dos Santos vai disputar a reeleição pelo PT. O MDB confirmou a candidatura do ex-prefeito Luiz Carlos Folador. O PSOL vai disputar com chapa pura, encabeçada por José Giordâni Dornelles (Pimenta).
A disputa entre PT e MDB não é novidade em Candiota. Em 2012, os partidos polarizaram o pleito, com Folador, que buscava a reeleição, à época pelo PT, e Odilo Dal Molin, liderança histórica do MDB. Nas eleições de 2016, Adriano, representando a sucessão de Folador, enfrentou Gildo Feijó, do MDB, e Betiollo, do PSDB. Este ano, PT e MDB retornam às urnas, com Adriano e Folador, que deixou o PT e assinou filiação ao MDB no ano passado.
O PT de Adriano conta com o apoio do PTB, partido do vice-prefeito, Gil Deison Pereira, do PDT, do PSB e do PCdoB. Pereira também disputa a reeleição. O MDB de Folador compõe coligação com o PSDB, que confirmou, como candidato a vice-prefeito, o empresário Paulo Brum Correa (Paulinho). O Progressistas também integra a coligação.
O PSOL, que é novidade no cenário candiotense, homologou o nome do empresário Willian Vargas, como candidato a vice-prefeito. O candidato a prefeito, pelo partido, é técnico em automação industrial e técnico em mecânica, trabalha na operação do tratamento de água da Fase C do complexo termelétrico da Eletrobras CGT Eletrosul e disputa o pleito pela primeira vez.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...