ANO: 26 | Nº: 6590
17/09/2020 Fogo cruzado

Disputa pela Prefeitura de Bagé tem maior número de candidatos desde redemocratização

Foto: Jornal Minuano

Sete candidatos estão na disputa pela Prefeitura de Bagé. Este é o maior número de postulantes ao Executivo bajeense desde a redemocratização, em 1985, quando as eleições diretas para prefeito e vice foram restabelecidas em 201 municípios classificados como área de segurança nacional, durante a ditadura militar.


Divaldo Lara
A candidatura do prefeito Divaldo Lara, à reeleição, foi confirmada pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em convenção realizada no dia 6. Democratas (DEM), Partido Verde (PV), Republicanos (PRB), Progressistas (PP), Partido Social Cristão (PSC), Cidadania, Partido Liberal (PL), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Movimento Democrático Brasileiro (MDB) compõem a coligação liderada pelo petebista.
Até o fechamento desta edição, o PTB ainda não havia formalizado nome do candidato a vice-prefeito. Havia a expectativa pela confirmação do médico Mário Mena Kalil, que atuou como secretário de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência na gestão petebista.
Divaldo foi vereador por dois mandatos (nas legislaturas 2009-2012 e 2012-2016), deixando o Legislativo quando foi eleito prefeito. No pleito de 2016, o petebista liderou a coligação 'Todos Pela Mudança', que reunia PTB, PSDB, MDB, PP, Rede, PSB, DEM, PSC, PV, PPS (hoje Cidadania), PRB, PSD e Solidariedade.


Uílson Morais
O empresário Uílson Morais é o candidato pelo Solidariedade, sigla que também aprovou o nome da atleta Jane Morales, como candidata a vice-prefeita, em convenção realizada no dia 8. O partido, que disputa a Prefeitura de Bagé pela primeira vez, conta com o apoio do Avante.
Morais foi presidente da Associação de Moradores do Bairro São Bernardo e vereador, pelo MDB, na legislatura 2012-2016, presidindo o Legislativo bajeense em 2014. Em 2017, durante a gestão do governador José Ivo Sartori, coordenou a delegacia regional do Trabalho.


Manoel Machado
O Partido Social Liberal (PSL) homologou a candidatura do empresário Manoel Machado ao Executivo bajeense, no dia 12. A legenda vai concorrer com chapa pura, formalizando a indicação de José Antônio Marques da Silva (Coronel Marques), como candidato a vice-prefeito.
Machado foi vereador por dois mandatos. Também foi secretário municipal de Assistência Social, no início da década de 1990. Machado disputou a prefeitura no pleito de 2012, pelo PSDB, e, em 2016, foi eleito vice-prefeito, com a coligação ‘Todos Pela Mudança’, ainda pelo PSDB.


Fernando Vargas
O estudante de Letras da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Fernando Vargas, disputa a Prefeitura de Bagé pela primeira vez. O candidato do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) terá Pietra Simon como candidata a vice-prefeita. As duas candidaturas foram homologadas no dia 13.
Vargas integra o Coletivo Juntos e foi professor estagiário no Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul). Representante da comunidade surda, Pietra, que também é acadêmica do curso de Letras da Unipampa, é a primeira mulher trans candidata ao Executivo bajeense.


Luiz Fernando Mainardi
O Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou o nome do deputado estadual Luiz Fernando Mainardi como candidato a prefeito de Bagé, em convenção virtual, realizada no dia 15. A sigla também aprovou a coligação com o Partido Socialista Brasileiro (PSB), o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e a Rede. O nome de Ricardo Cougo, do PSB, foi referendado como candidato a vice-prefeito.
Mainardi é formado em Direito e disputou a Prefeitura de Bagé em cinco oportunidades, vencendo em duas eleições (em 2000 e em 2004, quando garantiu a reeleição). Foi vereador, em Bagé, e deputado federal. O petista, reeleito deputado estadual, em 2018, também foi secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, no governo de Tarso Genro.


Beto Alagia
O empresário Gilberto Alagia (Beto) vai disputar a Prefeitura de Bagé pelo Podemos. A candidatura foi homologada pelo partido, no dia 15. A candidata a vice-prefeita é a empresária Gisele Cassol.
Alagia, que iniciou sua trajetória de atuação política através de agendas do setor empresarial, disputa cargo eletivo pela primeira vez.
O Podemos, que também é novidade no cenário eleitoral bajeense, conta com o apoio do Partido Social Democrático (PSD), aprovado em convenção realizada no dia 12.


Chico Brizola
O Partido Democrático Trabalhista (PDT) homologou a candidatura do advogado Francisco José Rosa dos Santos (Chico Brizola). Em convenção realizada no dia 15, a sigla também confirmou o ex-diretor do Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb), Aroldo Barcellos, como candidato a vice-prefeito.
Chico Brizola é irmão de Jucelino Rosa dos Santos, liderança histórica do PDT, que foi vereador, secretário municipal e vice-prefeito. O candidato pedetista ao pleito de 2020, que também já cumpriu mandato no Legislativo bajeense, disputa o Executivo, em Bagé, pela primeira vez.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...