ANO: 26 | Nº: 6590
03/10/2020 Segurança

Bagé se despede de Waldir Alves Ramos

Foto: Rosane Coutinho

Engenheiro presidiu a Aciba e foi responsável por projetar diversos edifícios da Rainha da Fronteira
Engenheiro presidiu a Aciba e foi responsável por projetar diversos edifícios da Rainha da Fronteira
Morreu, na tarde de sexta-feira, dia 2, Waldir Alves Ramos, aos 86 anos. Ele estava internado há duas semanas, na Santa Casa de Porto Alegre.
Ramos foi presidente da Associação Comercial e Industrial de Bagé (Aciba), nos anos de 1979 a 1983 e de 1993 a 1997. Além de engenheiro civil, foi escritor e deixou duas obras (Semeando e Uma por ano). Criador do projeto Arte na Vitrine, há 30 anos, foi fomentador da cultura e da arte em Bagé.
Natural de Porto Alegre, o engenheiro veio para Bagé em 1963. O Obino Hotel, anteriormente Hotel Charrua, foi seu primeiro projeto na cidade. Também projetou a obra da casa do doutor Álvaro Godoy. Era proprietário da Teorema Engenharia, que projetou diversos edifícios na Rainha da Fronteira, como o Teorema, dos bancos Bradesco, Caixa Econômica Federal e Banrisul, no centro, além dos condomínio Bella Itália, Scylla Médici e João Oliveira.
Foi também presidente do Departamento Nacional de Obras e Saneamento. Ele escreveu artigos para o Jornal Minuano, nos anos 90, e recebeu o título de cidadão bajeense na Câmara de Vereadores, honraria que, segundo falou em entrevista de 2017, para a TV Câmara, "de grande alegria" para ele.
Ramos cremado em Porto Alegre. Ele deixa os filhos Pedro, José, Vera Maria, Ana Lúcia, Mariana e Rafael, netos e a esposa, Janice.
A perda foi lamentada junto à comunidade bajeense. Em publicação oficial, a Aciba citou que "agradece o trabalho deste estimado amigo, por todo seu empenho, determinação, perseverança e por ter dedicado parte da sua vida para o êxito desta Associação. Nossa eterna gratidão ao legado deixado as classes produtivas de Bagé".

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...