MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Segurança

Idosa teria sido velada viva durante oito horas em Bagé

Publicada em 20/08/2019
Idosa teria sido velada viva durante oito horas em Bagé | Segurança | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Uma situação inusitada foi registrada em Bagé. Uma idosa, de 80 anos, foi atestada como morta, por volta das 00h15min de terça-feira, pelo médico na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Santa Casa de Caridade. A partir de então, foi encaminhada para ser velada no Cemitério José de Arimateia. Porém, após suspeitas de familiares, foi constatado que a mesma estaria viva.
De acordo com a nora da vítima, Raquel Rodrigues Chaves, na manhã desta terça-feira, a família achou estranha a situação, pois a idosa estaria com a temperatura alta. “Ela passou toda noite quente e então achamos estranho. Ligamos para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e eles informaram que ligassem para o hospital. O médico que tinha atestado o óbito foi até lá e verificou que ela realmente tinha sinais vitais. Ele tava muito nervoso”, completou.
Raquel ainda destacou que uma hora e quinze minutos depois, retornaram com uma ambulância. Porém, foi então que a história ficou ainda mais triste, pois a idosa acabou falecendo. “Aí, então, ela morreu durante este atendimento. Foram realizados exames. Foi muito triste, ficamos consternados”, explicou.
O caso repercutiu em Bagé. Procurada, a Santa Casa de Caridade de Bagé se pronunciou por meio do administrador Alexandre Andara. Ele informou que a posição da instituição é que lamenta muito o fato ocorrido, mas que, ao atestar a morte da vítima, o médico procedeu corretamente.
Andara ressaltou que uma ambulância foi enviada até o cemitério 'para o alento da família'. “A família veio junto no momento que retornaram com a vítima, uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, técnicos e o administrativo estavam no momento e realmente a idosa já estava morta, atestando o óbito”, complementou.




 

 

 

 

Galeria de Imagens
Leia também em Segurança
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online