MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Opinião

A 22ª Feira do Livro de Bagé e o seu legado para nossa cultura

Publicada em 13/11/2019

por César Jacinto
Professor


A realização da 22ª Feira do Livro de Bagé foi marcada pela qualidade, diversidade e muitas emoções. Organizada com zelo pela competente equipe do Sesc, coordenada pela gerente Liziane, contemplou um espectro de atrações que conquistou os visitantes que aprovaram e elogiaram o evento que orgulha Bagé e região.
Esta edição contou com uma situação inusitada, o falecimento de João Bosco Abero, patrono da Feira, alguns dias que antes do início da Feira. O advogado, escritor e intelectual bajeense, que era colunista de jornais e comentarista em rádios da cidade, deixou saudades, mas sua memória e o seu legado foram lembrados durante todo evento.
As parcerias estabelecidas também foram determinantes para o sucesso desta edição, dentre elas com o curso de Jornalismo da Urcamp, que produziram materiais de qualidade na consecução do evento, principalmente com o Cine Jornal Urcamp, que foram produzidos pelos alunos do 8º semestre, coordenados pelo professor Glauber Pereira, qualificaram também a nossa majestosa Feira de 2019.
Com a temática da Feira, Literatura: Herança e Saberes dos Povos, as atrações artísticas e culturais contemplaram o legado de diversos povos que fazem parte da nossa história e que edificaram uma cidade com suas contribuições e valores civilizatórios, apresentando aos visitantes a vasta contribuição cultural herdada por nossa terra e que também orgulha os bajeenses ao verem retratada a sua diversidade cultural.
Um outro destaque da Feira do Livro de Bagé foi abertura para ampla participação de artistas locais, valorizando a produção cultural local e evidenciando a importância do artista bajeense. Literatura, teatro, dança, oficinas, shows em geral, causos gaúchos enriqueceram e consolidaram o sucesso.
O balanço foi positivo e demonstra diversos aspectos, dentre eles a importância do sistema "S" para população brasileira no caso da área cultural. O Sesc é uma instituição essencial para realização de eventos culturais em todo país, por isso é importante a publicização de suas ações, que são pensadas e realizadas para levar cultura e entretenimento aos brasileiros e brasileiras. Por isso o show tem que continuar, vida longa ao Sistema "S" e que o Sesc continue a nos propiciar momentos de deleite.

PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online