MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Fogo Cruzado

Vereadores aprovam doação de área da rodoviária

Publicada em 17/12/2019
Vereadores aprovam doação de área da rodoviária | Fogo Cruzado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

A Câmara de Vereadores de Bagé aprovou, ontem, em roteiro de sessões extraordinárias, o projeto de lei que autoriza a prefeitura a doar área comum descoberta da Estação Rodoviária de Bagé. A medida foi aprovada pelos condôminos.
A nova lei autoriza o Executivo a doar 224,17 metros quadrados (m²) de área comum descoberta. A medida, que depende da sanção do prefeito Manoel Machado, do PSL, abrange as salas 3, 5, 13, 14 e 19, localizadas aos fundos das salas 7, 8, 9 e 10, limitando com as salas 11 e 12. As áreas doadas ficarão gravadas com cláusula de reversão, até a execução da revitalização, não podendo ser alienada, oferecida em garantia e nem utilizada de outra forma, sob pena de nulidade da doação, com a reversão da área do patrimônio ao município e a consequente perda das benfeitorias construídas, sem qualquer indenização.
O donatário terá prazo de 60 dias, após a averbação da escritura pública de doação no Cartório de Registro de Imóveis e da aprovação do projeto de liberação para realização da obra pela secretaria responsável, para dar início à revitalização. Se o texto for aprovado sem mudanças, o donatário também terá o prazo de 10 meses para a conclusão das obras, com tolerância máxima de 90 dias, salvo caso fortuito ou força maior. No prazo de 30 dias contados após a assinatura do contrato de doação, o município fica obrigado a promover a transferência de posse e propriedade.
Também inserida na pauta de ontem, a proposição que viabiliza a concessão de direito real de uso de um terreno, na rua Doutor Freitas, pertencente ao município, para a construção da sede social da Loja Maçônica Gaspar Silveira Martins, não tramitou em plenário e permanece sob avaliação das comissões técnicas, aguardando parecer jurídico.

Galeria de Imagens
Leia também em Fogo Cruzado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br