MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Fogo Cruzado

Prefeitura de Aceguá decreta estado de calamidade

Publicada em 20/03/2020
Prefeitura de Aceguá decreta estado de calamidade | Fogo Cruzado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Medida adotada pelo Executivo é inédita no município

Decreto de estado de calamidade, assinado pelo prefeito Gerhard Martens (Doutor Geraldo), do PSDB, determina o fechamento de estabelecimentos comerciais pelo período de sete dias, como forma de enfrentamento à disseminação do coronavírus (Covid-19). Farmácias, supermercados, postos de combustíveis, bancos, agropecuárias, restaurantes, bares, padarias e lanchonetes podem funcionar. Os estabelecimentos, entretanto, devem implantar sistema de entrega em domicílio. O Executivo também autorizou o funcionamento de indústrias e engenhos.
O município suspendeu o transporte escolar e encontros em igrejas. O acesso a velórios foi restrito a 30% da capacidade máxima prevista em alvará de funcionamento. Eventos em locais fechados foram cancelados. Também foram cancelados eventos realizados em locais abertos com mais de 30 pessoas.
A prefeitura suspendeu as atividades de atendimento presencial de serviços e prorrogou por 60 dias os vencimentos de dívidas tributárias e não tributárias, sem exigir multa ou juro. As atividades coletivas de assistência social foram suspensas. Atendimentos individuais serão realizados por meio eletrônico ou telefone. O Conselho Tutelar manterá plantão.

Limitações
Restaurantes, bares e lanchonetes deverão higienizar as superfícies de toque (maçanetas, cadeiras, cardápios, mesas e bancadas) após cada uso. Os estabelecimentos também devem diminuir os número de mesas. As lotações não poderão exceder 50% da capacidade máxima. O mesmo vale para os outros estabelecimentos com funcionamento autorizado.

 

Higiene
O decreto de Aceguá determina que banheiros públicos e os privados de uso comum deverão ser higienizados em intervalos de três horas. Repartições públicas e estabelecimentos autorizados a funcionar deverão disponibilizar álcool em gel.

 

Serviço público
O decreto recomenda que as reuniões sejam realizadas, sempre que possível, sem presença física. O trabalho remoto foi instituído para servidores com idade igual ou superior a 60 anos, gestantes e servidores com doenças crônicas.

Galeria de Imagens
Leia também em Fogo Cruzado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online