MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Fogo Cruzado

Congelamento de salários aprovado pelo Senado abrange servidores municipais

Publicada em 03/05/2020
Congelamento de salários aprovado pelo Senado abrange servidores municipais | Fogo Cruzado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Medida foi aprovada em sessão remota, realizada no sábado

O congelamento de salários dos servidores públicos municipais, estaduais e federais até dezembro de 2021 foi aprovado, no sábado, pelo Senado. A medida, que abrange os membros dos três poderes, pontuou a discussão sobre o projeto que texto estabelece a compensação a estados e municípios pela perda de arrecadação provocada pela pandemia de coronavírus. As regras não serão aplicadas aos profissionais da saúde, da segurança pública e das Forças Armadas.
A suspensão do reajuste de salários por 18 meses foi negociada com o governo pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, como contrapartida ao auxílio financeiro da União aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios para mitigar os efeitos do novo coronavírus (Covid-19).
A vedação ao crescimento da folha de pagamento da União, estados e municípios está entre as medidas adicionais do programa de enfrentamento à doença. Os entes federados ficam proibidos de reajustar salários, reestruturar a carreira, contratar pessoal (exceto para repor vagas abertas) e conceder progressões a funcionários públicos por um ano e meio.
A economia estimada é de cerca de R$ 130 bilhões, sendo R$ 69 bilhões para os estados e o Distrito Federal e R$ 61 bilhões para os municípios, até o final de 2021. A proposta, construída em acordo com o governo federal, segue para avaliação da Câmara dos Deputados. Se o texto sofrer alteração, retorna para o Senado. Se for aprovado sem mudanças, segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Com informações da Agência Senado

Galeria de Imagens
Leia também em Fogo Cruzado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online