MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Congrega 2k20

Congrega movimenta comunidade acadêmica nesta semana

Em formato totalmente reformulado para atender ao momento de distanciamento social, um dos maiores eventos científicos da Metade Sul do Estado iniciou, na segunda-feira. A cerimônia virtual de abertura do Congrega Online 2k20 reuniu mais de mil pessoas, já dando o tom do que estava por vir durante a semana.

Em 28/10/2020 às 01:39h
Melissa Louçan

por Melissa Louçan

Congrega movimenta comunidade acadêmica nesta semana | Congrega 2k20 | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Alana Portella Gonçalves/EspecialJM

Em formato totalmente reformulado para atender ao momento de distanciamento social, um dos maiores eventos científicos da Metade Sul do Estado iniciou, na segunda-feira. A cerimônia virtual de abertura do Congrega Online 2k20 reuniu mais de mil pessoas, já dando o tom do que estava por vir durante a semana.

A coordenadora do Congrega, Anabela Silveira de Oliveira Deble, destaca que o formato totalmente virtual da edição foi bem aceito e registrou intensa participação nas oficinas e nas mostras de projetos, já nos primeiros dias. E a participação e dinâmica possibilitada pelo formato virtual foi, justamente, o destaque. "Tivemos um grande volume de participantes, com oficinas encerradas às 22h30min no dia de abertura. Lembrando em anos anteriores, em uma palestra presencial, conseguiríamos manter de 50 a 100 participantes, aproximadamente", pondera ela, sobre o evento on-line que reuniu mais de mil pessoas.

Sob o tema "Sustentabilidade, Inovação e Transformação Digital", o evento contou com a submissão de 230 trabalhos submetidos para a 16ª Mostra de Iniciação Científica, 64 para a 14ª Mostra de Iniciação Científica Júnior (MIC Jr.), 48 na 16ª Jornada de Pós-Graduação e 20 para a 14ª Mostra de Projetos Comunitários, de Extensão e Integradores.

Além disso, a programação variada disponibilizou, ao longo dos cinco dias, 29 oficinas, quatro eixos de palestras para os alunos e mais de 12 palestrantes em assuntos relacionados a saúde, educação, sustentabilidade, inovação e transformação digital.

Durante a abertura, a reitora, Lia Maria Herzer Quintana, destacou que, apesar de 2020 ter chegado de forma atípica, desafiando as instituições de ensino a adaptarem as aulas presenciais em formatos virtualizados, o Congrega 2k20 foi um desafio superado. "Todo ano pensamos um congrega adequado ao momento. Então, lançamos o Congrega 2k20 que, desde o início, se apresentou como um projeto virtual", ressaltou.

Já o vice-reitor da instituição, Fábio Paz, destacou as potencialidades que um evento on-line possibilita, como fechar a grade de programação com palestrantes de todo país, que, de outra forma, poderiam ter sua participação no evento dificultada pela logística de uma viagem até a cidade.

A edição diferenciada é formada por uma equipe de 18 pessoas na coordenação, além dos 1.416 inscritos participantes do evento. Além disso, todas as atividades estão sendo acompanhadas pelos acadêmicos do curso de Jornalismo da Urcamp, responsáveis pela cobertura do evento. Todo o material está sendo publicado, diariamente, no site do Jornal MINUANO. Reafirmando seu papel como laboratório do curso, o JM reproduz algumas das matérias dos principais eventos da programação, até o momento.
O Congrega Online 2K20 Urcamp segue com atividades até a sexta-feira, 30.


Mostra de Iniciação Científica apresenta 230 projetos
Por Maria Eduarda Lemos, acadêmica de Jornalismo
A 16ª Mostra de Iniciação Científica (MIC) teve início na segunda-feira, 26, reunindo artigos científicos, projetos integradores e trabalhos de conclusão de curso. A edição conta com mais de 190 vídeos já disponíveis no Youtube e o total de 230 projetos participantes, com quatro mesas redondas que elencam áreas diversas do conhecimento.
O Coordenador do evento professor doutor Guilherme Bragança enfatiza a importância do evento online, ao trazer exemplos de acadêmicos e familiares que podem participar desta edição por conta do novo formato. “Outro relato muito bonito que nós recebemos foi de uma família que disse que poderia assistir, então, participar das atividades de seu ente querido, mesmo morando a quilômetros da cidade de Bagé”. O coordenador ressalta que o evento traz respostas a dilemas sociais em diversas áreas do conhecimento, formando acadêmicos preparados para a resolução de problemas reais além das paredes da sala de aula. “A MIC é uma vivência, é uma experiência, ela é uma paixão”, conclui.
A acadêmica Ariele Brião do curso de enfermagem realizou a pesquisa de um problema bem atual em nosso município. Utilizando de análise de dados, o projeto “Aspectos epidemiológicos do município de Bagé” busca traçar o perfil do Covid-19 na cidade de Bagé. Até o momento da conclusão da pesquisa, Ariele afirma que o perfil de pessoas afetadas corresponde aos moradores da região central da cidade e possuem faixa etária de 30 a 39 anos. Ela recomenda que a população continue utilizando máscara, álcool gel e mantenha o isolamento social dentro do possível.

Mostra de Projetos de Extensão, Integradores e Comunitários apresenta projetos de diversas áreas de atuação
Por Maria Eduarda Lemos, acadêmica de Jornalismo
Aconteceu na terça, 27, a 14ª Mostra de Projetos de Extensão, Integradores e comunitários. O evento contou com a submissão de 20 projetos nas áreas de tecnologia, saúde, arquitetura, bem estar animal, educação, comunicação, sustentabilidade e inovação.
A 14ª edição reuniu mais de 150 participantes com apresentações dos projetos comunitários por meio da plataforma Google Meet, divididos em três salas. A coordenadora desta edição, Lize Cappellari, explica que os projetos submetidos são oriundos dos campi da rcamp, desenvolvidos junto à comunidade.
O jornalista egresso da Urcamp Marcelo Rodríguez, apresentou o projeto de extensão “Redação Facos: a sala de aula foi parar no rádio” em coautoria com a professora Cristiane Pereira. Rodríguez afirma que o projeto contribui para a formação de jornalistas unindo teoria e prática, beneficiando a comunidade a partir do conteúdo oferecido. “Sempre que o curso de jornalismo se aproxima da sociedade, ganha em qualidade de conteúdo e na própria promoção da cultura local”, conclui.
Cada apresentação teve duração de 15 minutos somado a cinco minutos para discussão. Os links das produções estarão disponíveis para toda a comunidade no site da Urcamp e postados no Youtube, possibilitando curtidas e compartilhamentos.
Os projetos serão avaliados e premiados com certificação, sendo adicionado à nota um ponto a cada 250 curtidas no Youtube.

Congrega lançou publicações e projetos
Por Bianca Vaz, acadêmica de Jornalismo
Na tarde de quarta-feira, o Congrega lançou publicações e projetos provenientes de atividades realizadas por alunos e professores da Urcamp. O evento teve início às 16h e foi transmitido através da plataforma do Youtube.
Um dos lançamentos é o da Revista do CineClube Urcamp Documenta. O projeto foi realizado no final de 2019 por alunos do então oitavo semestre de Jornalismo, com supervisão do coordenador do curso, Glauber Pereira. Com 40 páginas, a revista reúne textos de acadêmicos e professores relatando análise das quatro exibições comentadas de filmes nacionais apresentadas em forma de cineclubismo, com a presença de debatedores e de público da comunidade. Os filmes exibidos durante o Cineclube foram “Tropicália” (2012), “O Palhaço”(2011), “Barravento”(1962) e “Hoje eu quero voltar sozinho” (2014).
O egresso do curso, Augustho Soares afirma que a atividade contribuiu para sua formação como profissional. “Foi uma experiência muito rica. Foi legal a gente poder trazer debatedores e poder aprofundar questões e analisar as produções muito além do que a gente estava acostumado. Além disso, a revista fica para registrar o que foi feito”, afirma.
Outro lançamento foi a campanha “A incrível história de Paulinha”, que busca a conscientizar a população sobre o preconceito com quem não escuta: a empatia do silêncio. A iniciativa foi desenvolvida por acadêmicas do curso de Pedagogia, e orientadas pela professora Ângela Carretta. O livro desenvolvido no projeto pode ser acessado aqui: https://www.urcamp.edu.br/pesquisa-e-extensao/ediurcamp/livros-e-ebooks/a-incrivel-historia-de-paulinha
E também foi lançado o site “Biota Pampeana: diversidade, conservação e sustentabilidade”. A plataforma produzida por professores e alunos do curso de Biologia tem como objetivo identificar áreas naturais no Bioma Pampa através de geoprocessamento, assim como catalogar através de fotografias a diversidade nesses ambientes, além de disponibilizar conteúdo sobre a megafauna pampeana com o intuito de subsidiar o conhecimento sobre o Pampa.
O site é direcionado para alunos dos Cursos de Ciências Biológicas, Instituições de ensino e escolas públicas e privadas e conta com o apoio da Associação para a grandeza e união das Palmas (Agrupa).

Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa tem 48 trabalhos em sua 16ª edição
Por Mariana Bond, acadêmica de Jornalismo
O Congrega Online 2k20 Urcamp iniciou oficialmente na segunda-feira, 26, de forma 100% on-line, com o tema “Sustentabilidade, Inovação e Transformação Digital”. Entre as atividades desenvolvidas durante o evento, foi realizada a 16ª Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa, que marcou a noite de terça-feira, 27.
A 16ª Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa foi dividida em três áreas e foram aprovados 48 trabalhos para apresentação, sendo: 17 para Educação, 12 para Engenharias e Agrárias e 19 para Direito.
A coordenadora da Jornada e doutora em História, Clarisse Ismério, contou que mesmo no período atual de pandemia, o evento como um todo está mostrando uma maior expansão. Houve um crescimento na área de educação e direito, e o número menor de trabalhos submetidos para a área de Engenharias e Agrárias se deve ao fato de serem áreas mais experimentais. “A jornada de pós-graduação é um momento em que os pesquisadores da nossa instituição e de outras instituições compartilham suas pesquisas, trocam ideias e mostram o que estão produzindo. É uma vitrine da produção acadêmica nas instituições desde a especialização, mestrado e doutorado, em todas as áreas do conhecimento”, ressaltou Clarisse. 
De acordo com a coordenadora, a área de Educação neste ano de desafios, como ensino remoto ou virtual, mostrou ainda mais a necessidade da atuação do professor e estiveram acompanhando as apresentações cerca de 90 pessoas. Em Engenharias e Agrárias, o público ficou em torno de 50 pessoas e alguns dos principais temas tratados foram energias renováveis, modelagem matemática e carvão. Na área de Direito, cerca de 85 pessoas estiveram presentes na sala virtual de apresentações e os temas debatidos envolveram direito da criança e do adolescente, direito constitucional, direito de família, direito penal, direito administrativo, direito ambiental, direitos das mulheres, direitos humanos e políticas públicas, no contexto atual.
O participante José Badwan apresentou a pesquisa “A Utilização de Metodologias Ativas: Um Estudo de Caso no Ensino Superior”, desenvolvida com a Prof. Drª. Viviane Kanitz Gentil, em 2019, na URCAMP, sobre métodos ativos de aprendizagem, para verificar como os professores pesquisados entendem esse tema e como eles aplicam tais métodos na sua prática docente, no contexto da Graduação I. “Me sinto muito grato em participar do Congrega 2K20 Online e da 16ª Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa, por poder compartilhar nossa pesquisa e de assistir aos demais estudos apresentados. Está sendo uma grande oportunidade de aprendizagem”, relatou Badwan.

Tarde de Mostra de Iniciação Científica Júnior
Por Maria Eduarda Rodrigues, acadêmica de Jornalismo
Iniciada na tarde de quarta-feira, dia 28, a 14ª Mostra de Iniciação Científica Júnior (MIC Jr) apresentou os 61 projetos desenvolvidos por alunos do Ensino Médio e dos Anos Finais do Ensino Fundamental. Os estudantes de cinco escolas das cidades de Santana do Livramento, Bagé, Alegrete, São Gabriel e Dom Pedrito abordaram diversas áreas de conhecimento em seus trabalhos, como saúde, cultura, educação, sustentabilidade e comunicação. A mostra tem o objetivo de incentivar a realização de pesquisa e produção científica de estudantes de escolas, aproximando-os do cotidiano universitário.
A coordenadora da 14ª edição, professora mestra Súsi Barcelos, explica que todos os trabalhos serão analisados e três deles serão premiados conforme classificação. “Os autores enviaram então vídeos que são as apresentações científicas disponibilizadas no canal do Youtube de cada participante”, afirma. A premiação aconteceu no início da noite de ontem, após o fechamento desta edição. Contudo, os resultados serão divulgados através dos sites do Jornal e da Urcamp. Foi concedido aos trabalhos que possuem nota igual ou superior a 9,0 pontos e tiveram melhor avaliação pelos resumos postados. Ainda podendo ser somado 1,0 ponto à nota dos trabalhos a cada 250 curtidas na publicação do vídeo do autor postado no Youtube.
O 1º lugar recebe uma bolsa integral de estudos nos cursos de graduação presencial da Urcamp. O 2º lugar ganha uma bolsa parcial de estudos de 50% nos cursos de graduação. O 3º lugar, por sua vez, recebe bolsa integral na modalidade EAD.

Galeria de Imagens
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br