MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Editorial

Um ano novo a ser construído

Em 31/12/2020 às 00:35h

por Redação JM

Um ano novo a ser construído | Editorial | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Chrystian Ribeiro/Ascom

 

Decididamente, o ano de 2020 nem deveria merecer uma retrospectiva. Nem é essa a nossa intenção neste editorial para 2021. Mas quem tem a ciência por método e a educação por missão sabe que todas as experiências precisam ser válidas, inclusive as que não nos deixam felizes. Por isso, é preciso dizer que, ainda que acumule notícias globais ruins e perdas decorrentes de uma doença desconhecida, o ano que passa é fruto de nossa capacidade de lidar com a realidade. E para que qualquer futuro seja agradável, é preciso perceber as atitudes - nossas e dos outros - na jornada do tempo.

O ano de 2020 iniciou com a FAT-Urcamp em plena transformação. Ainda no primeiro editorial de 2020, vaticinávamos um período de franca busca pela relevância, fator que mantém o Ensino Superior como melhor opção para a formação de novos profissionais e a descoberta de novas profissões. O objetivo do desenvolvimento regional e integração com os setores produtivos se daria pelo que já vínhamos implantando gradativamente há dois anos: um ensino baseado no protagonismo dos alunos, nas metodologias ativas e uma aposta convicta na produção de projetos integradores. Ao defendermos estas ideias, associávamos as tecnologias e o empenho de nossos professores em adaptar sua experiência de cátedra aos preceitos do ensino híbrido, semipresencial e, também, a distância. Ou seja, mudança, mudança e mudança.

Pensando em preparar a FAT-Urcamp para o futuro, fomos surpreendidos em março com a imposição do distanciamento social, ferramenta vital contra o ataque do Novo Coronavírus que disseminou a pandemia de Covid-19 em todo o mundo. O nosso futuro chegou, portanto, muito cedo. Nossa resposta também foi rápida. Porque independentemente de apontarmos um motivo específico, é preciso estarmos sempre preparados para o desafio. Nos adaptamos com destacado desempenho entre as instituições comunitárias gaúchas, pois já tínhamos ambientes virtuais e técnicas para interação remota com os acadêmicos. Assim, criou-se um ambiente que testava a ferro e fogo a consolidação da Graduação I e as reformas curriculares que colocavam nossa Urcamp junto às pioneiras de uma verdadeira revolução na metodologia de Ensino Superior no Brasil.

Depois das avaliações in loco do Ministério da Educação em 2018 e 2019, quando obtivemos notas máximas para o recredenciamento institucional e para a oferta do EaD, agora era a realidade que nos testava. Então agimos: ampliaram-se as oportunidades de formação continuada; o Núcleo de Aperfeiçoamento Pedagógico (NAP) preparou uma campanha permanente para a atualização docente em aplicativos e ferramentas digitais; instituiu-se, com o apoio da Comissão Própria de Avaliação (CPA), instrumentos suplementares de monitoramento da percepção dos acadêmicos sobre as mudanças e as estratégias de ensino virtualizado; projetos de estudantes mitigaram as mazelas da pandemia junto a várias entidades locais; vimos o Hospital Universitário e parcerias com o poder público agirem com prontidão no combate aos efeitos nocivos da Covid-19 junto à comunidade; ampliou-se o espaço destinado às informações sobre a Covid-19 no Jornal Minuano; o Núcleo de Educação a Distância acompanhou estudantes e professores, assessorias técnicas ATI, Comunicação e Planejamento mantiveram suporte e meios de atendimento administrativo nos horários habituais de forma que, hoje, temos a tranquilidade de afirmar que a Urcamp não para.

É por isso tudo que não temos como colocar 2021 em nossa perspectiva sem levar em conta os aprendizados do ano que passou. É quase como dizer que 2020 é um ano que não vai terminar, tal como aconteceu com o clássico de 1968, cujas manifestações populares por mudanças em todos os sentidos da convivência humana acabaram por influenciar as décadas que se seguiram. Da mesma forma, as transformações engendradas na FAT-Urcamp não param por aqui. É preciso providenciar meios para que os aprendizados e experiências positivas oriundas da fase de distanciamento social sejam não só mantidas, mas ampliadas. Novos desafios geram sempre soluções criativas e até mais eficientes do que as tradicionais.

Seguimos na criação de cursos que respondem às novas demandas da sociedade, ampliam-se as estratégias de formações de qualidade em pós-graduações semipresenciais, produtos educativos formatados para um mundo urgente e exigente, além de assessoramentos em várias áreas do conhecimento. Queremos trabalhar com a consciência de que a tecnologia é aliada de professores engajados e cada vez mais dinâmicos. Porque isso tudo eleva a qualidade da educação e a potencialidade dos estudantes. 

Em 2020, países, lideranças, pessoas e partidos se viram apartados pelo efeito da pandemia e da crise econômica. Enquanto isso, nossa instituição se percebeu unida, apesar das contínuas e permanentes adversidades que a história lhe reservou. Então, façamos do Ano Novo mais aguardado dos últimos tempos um motivo de esperança.

Convidamos a todos na FAT-Urcamp ou nas comunidades por ela atendidas que façam da criatividade, resiliência e trabalho as ferramentas de construção de 2021, ainda que demore um pouco para concluí-lo.   

 

Lia Maria Herzer Quintana

Presidente da Fundação Attila Taborda

Reitora da Urcamp

 

   

 

Galeria de Imagens
Leia também em Editorial
UMAS & OUTRAS Ontem
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br