MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Região deve receber mais de 3,1 mil doses de CoronaVac

Em 06/02/2021 às 14:36h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Região deve receber mais de 3,1 mil doses de CoronaVac | Cidade | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
serão imunizados 43% dos idosos Instituto Butantan / Reprodução

O Rio Grande do Sul deve receber, no domingo, 193,2 mil novas doses da CoronaVac. Essa é a quarta remessa de vacinas contra a Covid-19 enviada pelo Ministério da Saúde. Para a 7ª Coordenadoria Regional de Saúde (7ª CRS) estão previstas 3.140 doses, que serão utilizadas para o início da segunda fase de imunização, incluindo idosos acima de 85 anos, além de ampliação da vacinação dos profissionais da saúde. A expectativa do governo do Estado é a de que, com essas doses, sejam imunizados, a partir da próxima semana, 43% da população acima dos 85 anos.

Todas as 193,2 mil doses serão repassadas, sem reserva pelo Estado. Do total previsto, aproximadamente 147 mil destinam-se aos idosos, montante suficiente para atingir cerca de 43% da população com mais de 85 anos. As outras cerca de 46,2 mil doses servirão para alcançar em torno de 78% dos profissionais que trabalham em unidades de saúde no Estado.

Nos seis municípios de abrangência de 7ª CRS devem ser imunizadas 2.580 pessoas com 85 anos ou mais, além de 580 profissionais da saúde. Bagé deve receber 2.060 doses, Aceguá 60, Candiota 110, Dom Pedrito 710, Hulha Negra 60 e Lavras do Sul 140 doses.

A recomendação da Secretaria Estadual da Saúde é para que seja feito um pré-cadastro da população-alvo e, se possível, com agendamento prévio, de forma a evitar aglomeração nos locais de vacinação e também desperdício, já que cada frasco-ampola da CoronaVac contém 10 doses que devem ser aplicadas de forma sequencial e imediata. A pasta reforça a necessidade de cadastrar cada dose aplicada no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) e no formulário de controle do Estado.

Cabe às prefeituras organizar a aplicação das doses e divulgar aos moradores como ocorrerá o processo em cada município, seja de forma presencial nas unidades de saúde, por drive-thru ou outro formato.

Com as 511,2 mil doses já recebidas, o Estado vacinou, até agora, quase 215 mil pessoas com ao menos a primeira dose. São 174,4 mil profissionais da saúde, 32,4 moradores de instituições de longa permanência para idosos (ILPIs), 7,7 mil indígenas e 1,3 mil pessoas portadoras de deficiência institucionalizadas.

 

Painel de vacinas
A logística será a mesma utilizada nas outras distribuições, com apoio aéreo e terrestre. Esta é a quarta remessa de vacinas recebidas pelo Estado. O primeiro lote, com 341,8 mil vacinas CoronaVac, chegou em 18 de janeiro. Outras 116 mil vacinas da Oxford/AstraZeneca foram recebidas em 24 de janeiro, e a terceira remessa, 224,2 mil doses da CoronaVac, no dia 1º de fevereiro.

Galeria de Imagens
Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online