MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Três pessoas rescindiram contrato após fiscalização em residenciais

Em 06/02/2021 às 04:30h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Três pessoas rescindiram contrato após fiscalização em residenciais | Cidade | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Condominios da zona Leste estão com problemas estruturaisFoto: ArquivoJM

Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso está buscando soluções para problemas estruturais e irregularidades nos residenciais Ebenézer e Moriá, localizados na Zona Leste de Bagé. Nos locais foram verificados problemas de esgoto e rachaduras.

Um levantamento já foi encaminhado à Caixa Econômica Federal para que a construtora responsável, com sede em Pelotas, seja notificada. Já nos residenciais Nossa Senhora Auxiliadora e Sagrada Família, localizados na Avenida Espanha, o principal problema é a desocupação dos apartamentos. A pasta já notificou a Caixa Econômica Federal e três moradores já rescindiram o contrato.

Conforme informações da secretaria, foi realizada uma reunião, na semana passada, e encaminhado um dossiê contendo todas as anotações que foram levantadas, principalmente nos residenciais da Zona Leste, contendo os problemas de infraestrutura (rachaduras, esgoto, vazamentos e caixas d'água).

De acordo com o secretário Graziane Lara, cerca de 2,5 mil famílias estão aguardando na suplência para receber um apartamento, e, com a rescisão de contrato, outras famílias serão beneficiadas. “Mais de 30 apartamentos na avenida Espanha estão desocupados ou alugados”, disse.

O secretário salienta que a pasta somente pode atuar quando recebe denúncia e cabe à Caixa, que é a fiscalizadora e responsável pelos contratos, notificar as empresas que são responsáveis pela obra. “As denúncias podem ser realizadas diretamente no setor de habitação da secretaria e a equipe técnica encaminha para a Caixa”, relata

Lara ressalta que este é um dos desafios da gestão e que todos os residenciais populares serão fiscalizados. “Temos que garantir que as unidades habitacionais concedidas pelo Minha Casa, Minha Vida, e entregues pelo governo municipal, realmente estejam sendo habitadas pelas pessoas que foram sorteadas e que preencheram os requisitos para participar dos sorteios”, destaca.

O trabalho de fiscalização deve continuar, nos próximos dias, com visitas aos outros condomínios populares. Ao todo, são 1.164 unidades habitacionais distribuídas em quatro condomínios. Os empreendimentos receberam investimento de R$ 87,3 milhões em verbas federais. No total, 4,6 mil pessoas foram beneficiadas.

Mapeamento

Na manhã de sexta-feira  o secretário , juntamente com a Coordenadora de Habitação Regina Baldissera, receberam   os representantes da Michelon Construtura e Incorporadora, empresa responsável pela obra dos residenciais da Zona Leste de Bagé (Moriá e Ebenézer), Engenheiro Civil Júlio Brandão Pereira e Engenheiro Civil Diego Domingos Lionso, conversando sobre os problemas de infraestrutura apresentado nas residências.

A empresa irá realizar um mapeamento de todo o residencial, juntamente com a equipe do Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb) para a resolução dos problemas e irá levar todos os aquecedores que estão apresentando irregularidades para Pelotas para que a empresa responsável dê manutenção e realize os ajustes necessários.

 

Galeria de Imagens
Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online