MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Estado

Em reunião com governadores, ministro Pazuello apresenta cronograma de vacinação com a chegada de novas doses

Em 17/02/2021 às 19:28h
Melissa Louçan

por Melissa Louçan

Em reunião com governadores, ministro Pazuello apresenta cronograma de vacinação com a chegada de novas doses | Estado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Governador Leite, secretária da Saúde, Arita Bergmann, e procurador-geral Eduardo Cunha da Costa participaram da webreunião Foto: Divulgação

Em reunião do Fórum de Governadores nesta quarta-feira (17/2), o governador Eduardo Leite recebeu, por parte do governo federal, uma previsão a respeito de novas doses de imunizantes contra o coronavírus. O cronograma foi apresentado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a todos os governadores presentes na reunião, coordenada pelo governador do Piauí, Wellington Dias.

“O foco da reunião foram as doses da vacina contra o coronavírus e o cronograma de distribuição dessas doses. O ministro garantiu que, ainda nesta quarta, teremos o cronograma de fevereiro e de março das distribuições por Estados. E, até o final desta semana, teremos o cronograma até julho”, detalhou o governador.

O RS já recebeu quatro remessas de imunizantes contra a Covid-19. O primeiro lote, com 341,8 mil vacinas CoronaVac, chegou em 18 de janeiro. Outras 116 mil vacinas da Oxford/AstraZeneca foram recebidas em 24 de janeiro, e a terceira remessa, 53,4 mil doses da CoronaVac, no dia 1º de fevereiro. Em 7 de fevereiro, chegaram mais 193,2 mil doses da CoronaVac. Há a expectativa de que o RS receba nova leva de 300 mil doses na próxima semana.

A partir de março, o Ministério da Saúde projeta um aumento significativo da distribuição: 46 milhões de doses, que serão distribuídas entre os Estados levando em conta critérios de população prioritária. O crescimento no número de doses se deve ao início da produção própria da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, que deve viabilizar 18 milhões de doses em março, e da Fiocruz, que terá condições de distribuir 12 milhões de doses.

De acordo com Pazuello, há, ainda, mais uma remessa a ser enviada pela Índia da vacina AstraZeneca/Oxford, doses da Covax Facility e o início da produção da vacina russa, a Sputinik V, pela empresa União Química.

“Ou seja, há uma expectativa de aumento bastante expressivo no volume de doses no mês de março. São cerca de 12 milhões de novas doses para os Estados, além das cerca de 34 milhões de doses que já foram contratadas e que tem entrega prevista para março”, explicou Leite.

Até o momento, o Estado já aplicou 369,4 mil doses do imunizante na população gaúcha (360.476 da primeira dose e 8.993 da segunda dose).

Habilitação de leitos de UTI

Também discutida durante a reunião do Fórum de Governadores com o ministro Pazuello, a habilitação de leitos de UTI no Estado está garantida. O RS tem 1.005 leitos de UTI exclusivos para atendimento à Covid-19.

“Havia uma indefinição sobre a prorrogação da habilitação dos leitos já existentes e sobre a habilitação de novos. Hoje, o ministro esclareceu que haverá uma mudança no custeio e na forma de pagamento, mas garantiu que a habilitação seguirá sendo feita”, destacou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

A diária de um leito de UTI exclusivo para Covid-19 é R$ 1,6 mil. Hoje, o pagamento é feito por 90 dias antes do uso dos leitos. A mudança consiste na quitação após o uso do leito, na medida em que os hospitais registrem a ocupação na Central de Regulação do Estado. O pagamento será no mês seguinte, como ocorre em toda o sistema de alta complexidade da ala hospitalar.

“A habilitação dos leitos, por parte do governo federal, é bastante importante, especialmente no momento em que observamos aumento de internações em leitos clínicos e de UTI nos últimos 10 dias. Pedimos, inclusive, que a população reforce os cuidados de prevenção contra a Covid-19”, destacou Leite.

Galeria de Imagens
Leia também em Estado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online