MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Fogo Cruzado

Assembleia Legislativa retoma debate sobre fim das pensões para ex-governadores

Em 07/04/2021 às 09:00h

por Redação JM

Assembleia Legislativa retoma debate sobre fim das pensões para ex-governadores | Fogo Cruzado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Proposta apresentada por Pereira foi aprovada na CCJ / Foto: Guerreiro | Agência ALRS

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa aprovou, na terça-feira, 6, o parecer favorável, do deputado Pepe Vargas, do PT, ao projeto que acaba com o subsídio mensal e vitalício pago a ex-governadores do Estado e viúvas. De autoria do deputado Pedro Pereira, do PSDB, a proposta tramita desde 2015.

Pereira adiantou que vai fazer o possível para que a proposta seja encaminhada diretamente ao plenário. “Precisamos acabar com esta regalia e de forma urgente. A sociedade gaúcha não pode continuar pagando mais esta conta. Chega! Precisamos aprovar imediatamente no plenário”, declarou o autor da proposta.

Até 2018, oito ex-governadores e quatro viúvas de ex-governadores recebiam a aposentadoria, pouco mais de R$ 30 mil mensais. O vencimento usa como base o salário de um desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. O custo aos cofres públicos ultrapassava os R$ 4 milhões por ano.

O debate sobre não é novo na Assembleia. Em 2016, o deputado Juliano Roso, do PCdoB, apresentou proposta para revogar a lei 7285, de 23 de julho de 1979, que dispõe sobre a concessão de subsídio para ex-governadores. Em 2018, o atual presidente da Casa, deputado Gabriel Souza, do MDB, apresentou uma proposta que impede o exercício da advocacia contra o Estado por ex-governador que receba subsídios decorrentes do cargo de chefe do Executivo. Pereira chegou a levar o debate ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O principal avanço no sentido da extinção das pensões foi garantido em 2015, com a aprovação de uma proposta apresentada pela deputada Any Ortiz, do Cidadania, que limita a concessão de subsídios a ex-governadores. A legislação, que produz efeitos desde 2019, após o governo de José Ivo Sartori, do MDB, prevê o pagamento de um subsídio de, no máximo, quatro anos, para que o ex-governador possa retomar suas atividades profissionais abandonadas em razão do exercício das funções.

Galeria de Imagens
Leia também em Fogo Cruzado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online