MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Segurança

Familiares de apenados fazem manifestação pedindo melhor tratamento de saúde

Em 07/04/2021 às 14:40h
Familiares de apenados fazem manifestação pedindo melhor tratamento de saúde | Segurança | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Divulgação

Na manhã desta quarta-feira, dia 7, um grupo de 20 pessoas, entre familiares, amigos de apenados e ex-apenados realizaram uma manifestação em frente a Câmara de Vereadores, Prefeitura de Bagé e carreata em frente ao Presídio Regional de Bagé (PRB), pedindo igualdade de direitos em saúde, melhor tratamento e vacinação contra a covid-19.

Uma das participantes, de 21 anos, irmã e namorada de dois apenados, do PRB e Instituto Penal de Bagé (IPB), - que preferiu não se identificar - conta que a motivação de fazer a manifestação foi pela comoção da morte de um apenado na manhã de terça-feira, dia 6. “Somos familiares e amigos lutando por um direito que é de todos, a saúde. Os encarcerados têm família, lá dentro talvez não tenham mesmo voz, mas nós aqui devemos lutar por isso, por uma assistência médica, por igualdade. Um desrespeito a todos que têm um filho, pai, marido, tio encarcerado. Eu, como boa cidadã que pago meus impostos, sou trabalhadora, escutar de quem devia ajudar, que "os bandidos" "os vagabundos" não irão receber vacina. Eles estavam na fila e da maneira que foi estabelecido deveria ser agora”, comentou.

Ao JM, ela reforçou que o apenado que morreu é um ser humano. “Pai de família, ele deixou dois filhos menores. Errou e estava cumprindo pelo seu ato, pelo seu crime, e ele que passou mal dentro da casa prisional e acabou morrendo”, argumentou.

A reivindicação dos manifestantes é por igualdade. Eles reclamam de falta uma assistência, descaso, negligência. “Para os outros, os apenados podem ser nada, para nós, família, eles são tudo, e estão tendo a oportunidade de segunda chance. Aí entra a ressocialização, o respeito, com esses presídios abarrotados, uma situação crítica, serviços completamente escassos de desigualdade”, finaliza.

 

Galeria de Imagens
Leia também em Segurança
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online