MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Venda de carros zero reduz em Bagé

Seminovos registram bom número de negócios

Em 13/04/2021 às 13:30h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Venda de carros zero reduz em Bagé | Cidade | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Tiago Rolim de Moura

Em um ano marcado por incertezas na economia, provocadas pelo coronavírus, a venda de veículos novos apresentou retração no Rio Grande do Sul. Em 2020, o Estado registrou queda de 27,58% na comercialização de automóveis de passeio e comerciais leves zero-quilômetro, em relação ao desempenho de 2019. Os dados são do Sincodiv/Fenabrave-RS, que representa concessionárias e distribuidoras gaúchas.

Em 2020, houve 105,1 mil emplacamentos de automóveis de passeio e comerciais leves. No ano anterior, foram 145,1 mil. Em Bagé, 2020 foi o ano com maior queda no número de emplacamentos. Conforme dados do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul, em 2019, foram emplacados 2.328, chegando a uma frota de 71.610 veículos, enquanto, em 2020, chegou a 73.541, ou seja, 1.931 emplacamentos.

Conforme o proprietário de uma revenda de veículos novos e seminovos em Bagé, Rafael Melo Fernandes, houve uma queda significativa na venda dos carros novos devido ao fechamento das principais montadoras no Brasil. Ele explica que a venda direta dos veículos novos está levando cerca de seis meses para a entrega. Com isso, segundo Fernandes, o mercado foi positivo para os seminovos.  “Com certeza as transferências de propriedade devem ter sido muito maior que os emplacamentos”, disse.

Fernandes conta que, no final de março do ano passado, quando teve o início a pandemia, muitas revendas e empresas de locação ficaram com os veículos parados e, com isso, precisaram realizar promoções e descontos para a aquisição de automóveis. “À época, comprei o que não podia para aproveitar os valores e, assim como eu, muita gente fez isso e houve o aquecimento da venda do seminovo”, relata.

Conforme dados do Detran, em 2010, havia uma frota de 45.312 veículos em Bagé, chegando, em 2021, até fevereiro, a 73.793 veículos emplacados. Se a média mensal seguir a mesma, a previsão é que, até o final do ano, o número de novos emplacamentos chegue a 1.512.

Galeria de Imagens
Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online