MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Fogo Cruzado

Hamm propõe destinação de parte do ITR para recuperação de estradas

Em 15/04/2021 às 07:00h

por Redação JM

Hamm propõe destinação de parte do ITR para recuperação de estradas | Fogo Cruzado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Arquivo/Câmara dos Deputados

O deputado federal Afonso Hamm, do Progressistas, apresentou um projeto de lei, à Câmara dos Deputados, que prevê a destinação de parcela do Imposto Territorial Rural (ITR) para recuperação de estradas vicinais. Pela proposta, os municípios que realizarem a opção deverão destinar, anualmente, no mínimo 50% do valor arrecadado à recuperação, melhoria e manutenção das vias.

Hamm destaca que as condições das estradas vicinais estão se tornando um entrave para o setor agropecuário. “Os produtores rurais estão com dificuldades e custos adicionais para o escoamento da produção em função da falta de manutenção nas estradas. Com isso, temos menos geração de emprego e renda no campo, reduzindo, inclusive, a arrecadação de tributos nesses municípios”, afirma.

No texto estão observados os limitadores da Lei de Responsabilidade Fiscal (LDO), que determina que 25% deve ser destinado para a educação básica e 15% para a área da saúde. Além de garantir o escoamento da produção, as estradas rurais também são fundamentais para que os cidadãos possam ter acesso à educação e saúde, que propiciam uma melhor qualidade de vida a quem vive e trabalha no campo.

O ITR é um tributo federal, cobrado anualmente das propriedades rurais. Precisa ser pago pelo proprietário da terra, pelo titular do domínio útil ou pelo possuidor a qualquer título. Uma parte do dinheiro arrecadado fica com o governo federal. A outra parte vai para as prefeituras dos municípios onde as propriedades rurais se localizam. No ano passado, de acordo com a Controladoria-Geral da União (CGU), Bagé recebeu R$ 2.674.697,25 por conta do ITR.

Galeria de Imagens
Leia também em Fogo Cruzado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online