MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Paciente esperança: idosa se recupera de quadro agravado de Covid-19 e se prepara para celebrar 90 anos em casa

Em 15/04/2021 às 15:48h
Melissa Louçan

por Melissa Louçan

Paciente esperança: idosa se recupera de quadro agravado de Covid-19 e se prepara para celebrar 90 anos em casa | Cidade | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Maria Francisca deixou o hospital ontem e deve continuar tratamento em casa Divulgação/HU

Em meio a tantas notícias de centenas de contaminações e óbitos ocorrendo pelo país todo em função do novo coronavírus, a recuperação de uma idosa prestes a completar 90 anos é um sopro de esperança. Após 40 dias internada no Hospital Universitário da Urcamp, a idosa Maria Francisca Lacerda Feijó teve alta na manhã de terça-feira. Com muita alegria e festa, a família foi recebê-la na saída do HU, onde estava nos leitos clínicos de recuperação para pacientes contaminados pela covid-19. Agora, a idosa poderá celebrar os 90 anos em casa, junto à família, em maio.

A filha, Paula Feijó Brose, explica que a mãe começou a apresentar febre pouco depois de realizar a segunda dose da vacina Coronavac. Na época, a família pensou se tratar de alguma reação à vacina. Porém, após uma das filhas positivar para o vírus, Maria Francisca realizou um exame, que também a diagnosticou com o vírus.

A família a levou até a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), onde um exame revelou uma mancha no pulmão. A idosa foi internada no mesmo dia no Hospital Universitário, para acompanhamento dos sintomas, por se tratar de uma pessoa dentro do grupo de risco. Já no hospital, a idosa teve piora no quadro pulmonar. Mas, na semana passada, começou a apresentar melhora e teve alta na manhã de hoje.

Mesmo em casa, a idosa deverá manter uma rotina de fisioterapia pulmonar, aliado com o oxigênio via cateter nasal, enquanto os médicos julgarem necessário. “Ela nunca teve outros problemas de saúde,  somente os pulmões foram comprometidos pela covid”, explica a filha. Uma consulta com pneumologista deve dar mais detalhes do tratamento que a idosa seguirá em casa.

Enquanto esteve internada, a idosa esteve lúcida o tempo todo e, inclusive, conversava com a família por vídeochamada todos os dias. O amor dos familiares e o tratamento e acompanhamento dos profissionais da saúde que cuidaram de Maria Francisca, no Hospital Universitário, foram primordiais para a recuperação da idosa, de acordo com a filha. Paula, inclusive, agradeceu a equipe que acompanhou a recuperação das mães. “Foi maravilhoso, só temos gratidão com toda a equipe, incansáveis, amorosos. Ela foi muito bem tratada”, destaca.

Sobre presenciar um caso de recuperação de uma idosa no grupo de risco, em meio a notícias diárias de óbitos de pacientes com o mesmo perfil, Paula acredita que o caso poderia ter sido agravado caso a mãe não tivesse recebido a imunização. “Acho que se ela não tivesse feito a vacina, poderia ter sido pior. Talvez a vacina tenha amenizado o problema”, avalia.

Galeria de Imagens
Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online