MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Esportes

Guarany completará 114 anos com a esperança do retorno do futebol

Em 18/04/2021 às 08:00h
Yuri Cougo Dias

por Yuri Cougo Dias

Guarany completará 114 anos com a esperança do retorno do futebol | Esportes | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Alvirrubro se prepara para Divisão de Acesso no segundo semestre - Foto: Yuri Cougo Dias

Em dias normais, o Guarany Futebol Clube estaria em festa amanhã. Exatamente no Dia do Índio, 19 de abril, o alvirrubro bajeense completa 114 anos de história. Mesmo que não esteja jogando, pode se orgulhar de uma vasta história, pois trata-se do terceiro clube mais antigo do Rio Grande do Sul o 13º do país, dos que estão em atividade.

No entanto, mesmo que a bola ainda não esteja rolando no bairro Estrela D’alva, o Índio bajeense está conta com vários preparativos para montagem de um elenco competitivo para disputa da Divisão de Acesso, programada para iniciar no dia 15 de agosto.

Um pouco da história

O alvirrubro bajeense foi fundado no dia 19 de abril de 1907, por um grupo de 11 jovens amigos, na praça da Matriz. Participaram do ato João Guttemberg Maciel, Viriato Bicca Nunes, Cervante Perez, Secundino Maciel, Francisco Sá Antunes, Manoel Berruti, Carlos Martins Peixoto, Lucidio Garrastazu Gontan, Carlos Garrastazu e Gonzalo Perez.

O maior feito é o de ser o único clube do interior bicampeão gaúcho (1920 e 1938). O vice-campeonato gaúcho foi alcançado em três ocasiões: 1926, 1929 e 1958. O Índio bajeense também foi campeão da Segunda Divisão duas vezes: 1969 e 2006. E da Terceira Divisão, três vezes: 1999, 2016 e 2019.

Outras taças que merecem destaque são o Campeonato Acesso à Divisão Especial (1960) e a Taça 50 anos Zero Hora (1977). No Campeonato Citadino de Bagé, são 28 títulos. Seu primeiro presidente foi Carlos Garrastazu. O primeiro gol foi marcado por Carlos Peixoto (Cavaco). O maior artilheiro, Max Ravaza, com 129 gols. Atualmente, o alvirrubro tem, como presidente, Tato Moreira.

Pelo clube, também passaram craques que vieram a ser campeões mundiais, como os casos de Raul Donazar Calvete (bicampeão mundial interclubes com o Santos, em 1962 e 1963) e Claudio Ibraim Vaz Leal, o Branco (tetracampeão mundial com o Brasil, em 1994, nos Estados Unidos). Destaque, também, para o zagueiro Martim Silveira, com passagem pelo Guarany, que disputou as Copas do Mundo, de 1934 e 1938.

O estádio Antônio Magalhães Rossell (Estrela D’alva, como era chamado na época da fundação) foi inaugurado em 1915. A primeira partida noturna aconteceu em 23 de novembro de 1952, contra o Pelotas.

Entre outras curiosidades, o Guarany foi o primeiro clube gaúcho a jogar no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, contra o River Plate. O clube também já enfrentou as seleções do Uruguai, Paraguai e Rússia.

Seu maior rival é o Grêmio Esportivo Bagé. Ao todo, foram realizados 428 clássicos, com 158 vitórias do Guarany, 147 vitórias do Bagé e 123 empates. Os alvirrubros marcaram 515 gols, contra 492 dos jalde-negros.

Galeria de Imagens
Leia também em Esportes
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online