MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Cidades da região receberão incentivos para apoio a gestantes, pré-natal e puérperas

Em 01/05/2021 às 07:00h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

O Ministério da Saúde irá repassar, para Bagé, Aceguá, Hulha Negra e Candiota, incentivos financeiros específicos, para desenvolvimento de ações estratégicas de apoio à gestação, pré-natal e puerpério durante a pandemia. Cada um dos municípios irá receber quatro valores correspondentes ao número de cadastros em cada categoria.

O primeiro incentivo correspondente a R$ 8,50 por gestante cadastrada com primeiro atendimento no Sistema Nacional de Informação da Atenção Básica (SISAB), referente à competência de janeiro a dezembro de 2020.  Neste caso, Aceguá recebe R$ 382,50 (45 gestantes) Bagé R$ 5.516,50 (349), Candiota R$ 552,50 (65), e Hulha Negra R$178,50 (21).

O segundo é para implementação das Ações Estratégicas por cada Equipe de Saúde Bucal (eSB) 40 horas e R$ 645,00 por cada eSB com carga horária diferenciada credenciadas e homologadas pelo Ministério da Saúde até a competência financeira de março de 2021. Aceguá recebe R$ 1.290,00,  Bagé R$ 5.384,88, Candiota R$ 5.160 e Hulha Negra R$ 1.290,00.

Outro repasse será pelo número de equipe de Saúde da Família e equipe de Atenção Primária com gestantes cadastradas e o valor do incentivo financeiro federal de custeio para implementação da Ação Estratégica, em Aceguá, Candiota e Hulha Negra será de R$ 7.200,0 e, em Bagé, de R$ 64.800,00.   

O último recuso é para cada gestante acompanhada com exames avaliados até a 20ª semana, de acordo com os registros no SISAB, no valor de R$ 49,86, multiplicado por duas competências (dezembro de 2020). Bagé será de R$ 5.384,88 (54), Aceguá de R$ 1.196,66 (12), Candiota de R$199,44 (2) e Hulha Negra de R$ 299,16 (3).

Os municípios, entre outras atribuições, devem implementar as seguintes ações: identificação precoce, monitoramento de gestantes e puérperas com síndrome gripal, síndrome respiratória aguda grave ou com suspeita ou confirmação de covid-19; a qualificação das ações de atenção ao pré-natal, parto e puerpério em todos os pontos da rede de atenção à saúde, o suporte ao distanciamento social para gestantes e puérperas que não possuam condições para realização de isolamento domiciliar; e a qualificação das ações de atenção ao pré-natal odontológico realizadas na APS.

Também devem aprimorar a triagem clínica de sintomas gripais e/ou de contato prévio com paciente positivo para a covid-19, sem deixar de observar e investigar as demais questões atinentes à gestante e à puérpera; e  fomentar a realização de testagem para detecção da covid-19, por metodologia de RT-qPCR da gestante e puérpera que apresente síndrome gripal, síndrome respiratória aguda grave ou sintomas da covid-19, em qualquer momento do ciclo gravídico puerperal, conforme recomendados por protocolos e materiais orientativos do Ministério da Saúde.

Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online