MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Estado

Fepam emite Licença de Operação para sistema hidroviário que liga os portos de Rio Grande e Porto Alegre

Em 06/05/2021 às 18:13h

por Redação JM

Fepam emite Licença de Operação para sistema hidroviário que liga os portos de Rio Grande e Porto Alegre | Estado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Licenciamento é a base para a estruturação das operações da hidrovia | Foto: Pablo Bech

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) emitiu, na quarta-feira, dia 5, a Licença de Operação (LO) para a Superintendência dos Portos do Rio Grande do Sul (Portos RS) referente a um sistema hidroviário entre os terminais de Rio Grande e de Porto Alegre, incluindo alguns ramais hidroviários. Essa é a primeira licença que a fundação emite para a Portos RS e também é o maior trecho hidroviário licenciado pelo órgão até hoje.

“Esse licenciamento é a base para que consigamos estruturar com responsabilidade todas as operações da nossa hidrovia. Isso também estabelece uma relação segura para que possamos melhorar a sinalização e as demais ações necessárias”, afirmou o superintendente dos Portos RS, Fernando Estima.

O licenciamento de hidrovias é uma atividade relativamente recente, já que antes a Fepam emitia licenças apenas para as ações de manutenção, ou seja, para as dragagens de determinados trechos. A partir de 2018, quando o Conselho Estadual do Meio Ambiente publicou a Resolução 372, foram revisados os ramos de atividades licenciáveis do Estado e então foram iniciadas as tratativas para o licenciamento de hidrovias.

De acordo com a presidente da Fepam, Marjorie Kauffmann, passou-se a analisar a hidrovia e as atividades correlatas, dentro de um único processo de licenciamento ambiental. “Essa mudança faz parte da qualificação dos procedimentos proposta pela gestão”, afirma.

Segundo a equipe técnica responsável pela análise, essa mudança no processo de licenciamento permite o monitoramento constante da hidrovia por parte da Fepam. Dessa forma, em vez de acompanhar apenas os trechos utilizados no período de dragagem, é possível monitorar permanentemente a atividade e buscar a implementação de ações de preservação.

Galeria de Imagens
Leia também em Estado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br