MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Segurança

Suspeitos de envolvimento em crimes de estelionato rural teriam movimentado mais de R$ 12 milhões

Em 24/06/2021 às 06:50h
Rochele Barbosa

por Rochele Barbosa

Suspeitos de envolvimento em crimes de estelionato rural teriam movimentado mais de R$ 12 milhões | Segurança | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Até o momento, são mais de 30 acusações | Divulgação/Decrab

Agentes da DECRAB/Bagé, em conjunto com a Delegacia de Polícia de Formigueiro, estão, desde a semana passada, investigando uma série de crimes de estelionato rural, ocorridos em vários municípios do Rio Grande do Sul, que somam cifras milionárias. Os indivíduos, de acordo com a polícia, compravam bovinos com prazos para pagamento e revendiam os animais para terceiros com liquidez imediata, contudo, por valor menor.

Assim, diz o relato policial, os acusados foram fazendo por vários meses até que, no começo deste mês, as vítimas (até então fornecedores dos suspeitos) foram surpreendidas com uma série de cheques (que eram pré-datados e estavam nas mãos das vítimas que aguardavam a data certa para serem compensados) sem previsão de fundos.

A informação é que as ocorrências contra os investigados estão aumentando dia após dia. Até o presente momento, já são mais de 30 acusações de estelionato, dando conta de golpes que superam 3.300 bovinos e R$ 12 milhões. A Polícia acredita que os números irão aumentar muito na medida que forem vencendo mais cheques pré-datados em nome dos suspeitos.

As investigações levaram ao paradeiro dos suspeitos, tendo o delegado André, titular da DECRAB/Bagé, representado junto ao Poder Judiciário de Caçapava Sul, um dos municípios mais afetados pelos golpes, pela prisão preventiva de dois suspeitos, além de mandados de busca e apreensão. Um dos investigados estava escondido na residência de familiares em Porto Alegre e o outro foi preso no interior de Caçapava do Sul. Veículos foram apreendidos, além de bloqueios de contas bancárias, bens móveis e imóveis de sete investigados.

Conforme o delegado, a investigação está apenas no começo e o objetivo principal no momento é buscar reaver o prejuízo das vítimas. Participaram da ação, também, policiais civis da DP de Caçapava do Sul e do Departamento de Polícia do Interior.

Galeria de Imagens
Leia também em Segurança
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br