MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Segurança

IGP passa a ter acesso a 120 milhões de cadastros biométricos do TSE

Em 08/12/2021 às 14:14h
Rochele Barbosa

por Rochele Barbosa

IGP passa a ter acesso a 120 milhões de cadastros biométricos do TSE | Segurança | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Divulgação/IGP

A atividade de papiloscopia do Instituto-Geral de Perícias (IGP) conta com mais uma ferramenta para auxiliar na resolução de crimes, nas investigações em que seja necessário identificar o autor de vestígios por meio das impressões digitais. Um convênio firmado com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu ao IGP acesso ao banco biométrico da Corte para pesquisa de pessoas.

O banco de impressões digitais do Rio Grande do Sul tem cerca de 9 milhões de cidadãos cadastrados. Com o convênio, os papiloscopistas do IGP terão acesso a aproximadamente 120 milhões de pessoas de de todo o país. O serviço será especialmente importante na verificação da identidade de moradores de fora do RS.

Treze servidores já receberam o treinamento para o uso da ferramenta, na sede do Departamento de Identificação, em Porto Alegre. O curso foi ministrado pela equipe do TSE e da empresa Griaule, responsável pelo software do tribunal. Além do aprendizado teórico para uso da ferramenta, os papiloscopistas também tiveram a oportunidade de submeter fragmentos coletados em um local de crime, e obtiveram resultado positivo.

O Rio Grande do Sul é o quarto Estado capacitado a acessar o banco biométrico do tribunal. “O convênio com o TSE amplia e agiliza a resposta da perícia papiloscópica. A pesquisa ao banco de dados dará ao papiloscopista mais 120 milhões de possibilidades”, afirma a diretora do Departamento de Identificação do IGP, Katia Reolon.

Galeria de Imagens
Leia também em Segurança
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99107-9279

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br